Auto Europa - Página 7
 Rede MPL:
Página 7 de 9 PrimeiraPrimeira ... 678 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 181 para 210 de 258

Título: Auto Europa

  1. #181
    Piloto Lendário
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    31,977

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rodal Ver Post
    A leis de trabalho na Alemanha não são iguais às leis de trabalho em Portugal.

    Bem me parecia que não sabias do que estavas a falar, essas compensações dessa forma não existem em nenhuma empresa Portuguesa, seja Privada ou Publica.
    Tu é que desconheces o País onde vives.


    Já trabalhei em empresas em que o dia de descanso complementar era apenas pago em dobro, tal como o era se trabalhasse a um feriado.

    Caso o dia de trabalho fosse o dia de descanso semanal, o dia era pago a dobrar e teria um dia de compensação a somar à remuneração.


    Portanto, o que é que tu conheces das Leis deste País ou sequer de determinados sectores? Pouco ou mesmo nada!


  2. #182
    Piloto de Testes now's Avatar
    Data de Registo
    May 2006
    Localização
    Wolfsburg, Alemanha.
    Posts
    2,747

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rodal Ver Post
    A leis de trabalho na Alemanha não são iguais às leis de trabalho em Portugal.

    Bem me parecia que não sabias do que estavas a falar, essas compensações dessa forma não existem em nenhuma empresa Portuguesa, seja Privada ou Publica.

    Os médicos nos Hospitais, se trabalharem ao Sábado a compensação é pouca, já ao Domingo, dá direito a ganhar mais e 1 dia de compensação, e é preciso relembrar que os cortes no pagamento das horas extras nos Hospitais ainda não foram repostos na totalidade desde a crise (apesar de muitas promessas e propaganda).
    Não sei do que falo? Só lá trabalhei 10 anos até 2013. Portanto sei bem como se processava lá as compensações.

    4 sábados trabalhados = 1 dia de compensação.
    1 domingo = 1 dia de compensação.

    Isto além do pagamento monetário.

  3. #183
    Piloto Veterano TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Posts
    20,719

    Por Defeito

    Isto é daquelas coisas que só quem lá está ou esteve e conhece bem essa realidade, pode opinar, o resto é só postas sem sentido.
    Aliás como se costuma dizer com o mal dos outros vivo eu bem

  4. #184
    Piloto de Troféu Rodal's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2012
    Posts
    6,565

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    Tu é que desconheces o País onde vives.


    Já trabalhei em empresas em que o dia de descanso complementar era apenas pago em dobro, tal como o era se trabalhasse a um feriado.

    Caso o dia de trabalho fosse o dia de descanso semanal, o dia era pago a dobrar e teria um dia de compensação a somar à remuneração.


    Portanto, o que é que tu conheces das Leis deste País ou sequer de determinados sectores? Pouco ou mesmo nada!

    Não sei porque cortaste o ultimo paragrafo em que falei na compensação do Domingo e a seguir contrapões com o mesmo.

    Aliás até sei, visto que todos os comentários a posts meus em todos os Tópicos, são sempre no mesmo tom.

    Tenho pena da tua pequenez de argumentação.

  5. #185
    Piloto Lendário
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    31,977

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rodal Ver Post
    Não sei porque cortaste o ultimo paragrafo em que falei na compensação do Domingo e a seguir contrapões com o mesmo.

    Aliás até sei, visto que todos os comentários a posts meus em todos os Tópicos, são sempre no mesmo tom.

    Tenho pena da tua pequenez de argumentação.
    A minha argumentação não é pequenez, ao contrário da tua visão das coisas e do País.

    Não é nada que já não nos tenhas presenteado noutros tópicos. Conheces pouco e o pouco que conheces é o que lês no ecrã do computador. Sai de casa e vive mais.

  6. #186
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por now Ver Post
    Não sei do que falo? Só lá trabalhei 10 anos até 2013. Portanto sei bem como se processava lá as compensações.

    4 sábados trabalhados = 1 dia de compensação.
    1 domingo = 1 dia de compensação.

    Isto além do pagamento monetário.
    Se fosse efectivamente trabalho extra. O que não vai ser o caso. Vão trabalhar apenas 5 dias. Extra é acima desses 5 dias/40h.

  7. #187
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    Tu é que desconheces o País onde vives.


    Já trabalhei em empresas em que o dia de descanso complementar era apenas pago em dobro, tal como o era se trabalhasse a um feriado.

    Caso o dia de trabalho fosse o dia de descanso semanal, o dia era pago a dobrar e teria um dia de compensação a somar à remuneração.


    Portanto, o que é que tu conheces das Leis deste País ou sequer de determinados sectores? Pouco ou mesmo nada!
    Recebias isso se trabalhasses dias extra. Trabalho extra.

  8. #188
    Piloto de Troféu Rodal's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2012
    Posts
    6,565

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Se fosse efectivamente trabalho extra. O que não vai ser o caso. Vão trabalhar apenas 5 dias. Extra é acima desses 5 dias/40h.

    Já aqui referi isso, o user nebuchadezzar também, que trabalho extra é só acima das 40h, mas está difícil entender.

    Como um Sábado normal, é diferente dum Domingo/feriado.

    Como as horas extras não são pagas todas por igual, uma coisa é trabalhar até às 17h e fazer 1 hora extra até às 18h, outra coisa é as horas depois do período do jantar, e de madrugada. (Isto nos horários mais convencionais, 9h-17h).
    Última edição por Rodal : 05-12-17 às 16:57:58

  9. #189
    Piloto Lendário
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    31,977

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Recebias isso se trabalhasses dias extra. Trabalho extra.
    Os dias de descanso semanal e dias de descanso semanal complementar (que normalmente são o Domingo e Sábado, respectivamente, para a esmagadora maioria da população trabalhadora) tanto podiam calhar ao fim de semana como aos dias úteis da semana (trabalhava em regime de folgas rotativas).

    Agora se no contrato da Auto Europa estiver bem definido que o Domingo é dia de descanso semanal, se os querem colocar a trabalhar neste dia, mesmo sendo pago como um dia normal de trabalho, terão sempre de ter um dia de compensação.

  10. #190
    Piloto Lendário
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    31,977

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rodal Ver Post
    Como as horas extras não são pagas todas por igual, uma coisa é trabalhar até às 17h e fazer 1 hora extra até às 18h, outra coisa é as horas depois do período do jantar, e de madrugada. (Isto nos horários mais convencionais, 9h-17h).
    Após as 20h, tem de ser pago o subsídio de horário nocturno, 25% do valor da hora e após as 22h, costumam ser normalmente 50%. Sejam consideradas horas extras ou não.

  11. #191
    Piloto de Troféu ice's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Localização
    Portugal
    Posts
    8,140

    Por Defeito

    Trabalho nocturno é no período compreendido entre as 22h e as 07H.


    Cump.

  12. #192
    Piloto de Testes now's Avatar
    Data de Registo
    May 2006
    Localização
    Wolfsburg, Alemanha.
    Posts
    2,747

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Se fosse efectivamente trabalho extra. O que não vai ser o caso. Vão trabalhar apenas 5 dias. Extra é acima desses 5 dias/40h.
    Certo.

  13. #193
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Feb 2007
    Posts
    1,963

    Por Defeito

    Now gabo te a paciência..

  14. #194
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2017
    Posts
    432

    Por Defeito

    Já chego um bocado tarde à conversa, mas tenho uma opiniao parecida à opinião geral, já esticaram de mais a corda.
    Os trabalhadores estão a cair na guerra entre sindicatos e guerras dos esquerdistas que agora andam de peito feito, não deviam...

    Como já falaram e bem, na PSA em Mangualde têm havido alguns problemas parecidos, quando foi a "guerra" maior houve uma reunião e o que foi dito foi que a partir daquele momento e após alguns avanços e recuos, naquele dia e numa reunião geral, ou aceitavam o que havia ou fechava-se a fábrica já. Não iria haver problema, perdiam na relocalização mas iam recuperar na mão de obra mais barata.

  15. #195
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Terra de sonho e esperança...
    Posts
    98

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    Os dias de descanso semanal e dias de descanso semanal complementar (que normalmente são o Domingo e Sábado, respectivamente, para a esmagadora maioria da população trabalhadora) tanto podiam calhar ao fim de semana como aos dias úteis da semana (trabalhava em regime de folgas rotativas).

    Agora se no contrato da Auto Europa estiver bem definido que o Domingo é dia de descanso semanal, se os querem colocar a trabalhar neste dia, mesmo sendo pago como um dia normal de trabalho, terão sempre de ter um dia de compensação.
    Finalmente, alguém que foi ao cerne da questão: O que é que regula o regime laboral em vigor no sector?

    Antes que me apelidem de coisas que não sou, declaro desde já que não sou, nem nunca fui sindicalizado/sindicalista, não porque não lhes reconheça o mérito e necessidade de existência para estabelecer algum equilibrio numa relação que é naturalmente desequilibrada, mas porque aqueles muitas vezes serem "apenas" correias de transmissão politica. Por ultimo, em termos politicos, tendo a ser de centro direita.

    O CCTV (Contrato colectivo de trabalho vertical) que consta no Boletim do Trabalho e Emprego, nº 37 é o que rege a relação laboral entre a Volkswagen Autoeuropa e os seus colaboradores. Podem consultar o mesmo fazendo uma busca rápida num motor de busca da vossa preferência.

    A Volkswagen Autoeuropa sempre pugnou ao longo dos anos por fazer cair estes contratos colectivos, por lhes retirar liberdade de ação nas suas relações laborais. Este "conflito" é o resultado disso mesmo.

    Ora vamos lá aos factos que estão de facto em causa:

    Cláusula 60.ª
    Regime geral de trabalho por turnos

    b) Em regime de três turnos, o período normal de trabalho
    é de 40 horas, podendo ser distribuído por seis dias, de
    segunda -feira a sábado, sem prejuízo de horários de menor
    duração que já estejam a ser praticados. Em regra e salvo
    acordo em contrário com a comissão de trabalhadores ou,
    na sua falta, com a comissão sindical ou intersindical ou
    com o sindicato respectivo, as horas do turno predominantemente
    nocturno serão distribuídas de segunda -feira
    a sexta -feira.

    5 — A prestação de trabalho em regime de turnos confere
    aos trabalhadores o direito a um complemento de
    retribuição no montante de:
    a) 15 % de retribuição de base efectiva, no caso de prestação
    de trabalho em regime de dois turnos de que apenas
    um seja total ou parcialmente nocturno;
    b) 25 % de retribuição de base efectiva, no caso de prestação
    de trabalho em regime de três turnos, ou de dois
    turnos total ou parcialmente nocturnos.

    9 — Em regime de turnos, os trabalhadores têm direito
    a um período para repouso ou refeição, de duração não
    inferior a trinta minutos, o qual será considerado para todos
    os efeitos como tempo de trabalho;
    durante o período atrás
    referido, o trabalhador poderá não abandonar o posto de
    trabalho mas deve, sempre que possível, ser substituído
    nas suas ausências por outro trabalhador.

    Desde o inicio da existência da Volkswagen Autoeuropa que não se consegue fazer valer esta disposição, até hoje o tempo de refeição (30m) não faz parte do tempo de trabalho nem é remunerado como tal...

    12 — Na organização dos turnos deverão ser tomados
    em conta, na medida do possível, os interesses dos trabalhadores.

    Daí a necessidade, por parte da empresa, de negociar...

    16 — Nenhum trabalhador pode ser obrigado a prestar
    trabalho em regime de turnos sem ter dado o seu acordo
    por forma expressa.

    CAPÍTULO VI
    Suspensão da prestação de trabalho
    SECÇÃO I
    Descanso semanal, feriados, férias
    Cláusula 62.ª
    Descanso semanal obrigatório e complementar

    1 — O trabalhador tem direito a um dia completo de descanso
    semanal obrigatório, que é o domingo. No entanto,
    este dia de descanso semanal obrigatório, e com o acordo
    do trabalhador, poderá não coincidir com o domingo e ser
    gozado noutro dia da semana, desde que em pelo menos
    20 semanas por ano o gozo ao domingo esteja assegurado.
    São excepcionados os regimes de laboração contínua em
    curso nas empresas.

    A excepção aqui referida é o gozo do Domingo em 20 semanas por ano.

    2 — Nas empresas do subsector da montagem ou nas
    empresas funcionalmente a ele ligadas, o dia de descanso
    semanal obrigatório é sempre o domingo.


    Aqui fica estabelecido inequivocamente a definição do Domingo, o que não invalida que os colaboradores não tenham de trabalhar no Domingo desde que:

    Cláusula 87.ª
    Remuneração do trabalho suplementar
    1 — O trabalho suplementar é pago pelo valor da retribuição
    horária com os seguintes acréscimos:
    a) 50 % pela 1.ª hora ou fracção desta e 75 % por hora
    ou fracção subsequente, em dia útil;
    b) 100 % por cada hora ou fracção, em dia de descanso
    semanal, obrigatório ou complementar, ou em feriado.
    2 — Nos dois primeiros anos contados da entrada em
    vigor do clausulado resultante do presente processo de
    revisão, o acréscimo previsto na alínea b) do número anterior,
    é de 150 %.

    Meus amigos, isto é o que está legalmente estabelecido como minimo para o sector de actividade da Volkswagen Autoeuropa, tudo o que a empresa colocar nos contractos individuais de trabalho que contrarie o clausulado é por definição ilegal, exonerando o colaborador da responsabilidade de cumprimento.

    Em linguagem de caserna, e recordando as palavras do meu instrutor, é o tipico: ordens mal dadas, não se cumprem e voluntário nem para morrer.

    Isto é um processo negocial que em ultima instância pode não chegar a uma conclusão e então é aplicado o que a lei permite, tal como foi feito com a introdução do 3º turno a partir do final de Outubro. Mas esta parte a Volkswagen Autoeuropa não tem interesse em divulgar publicamente... só lhes interessa quando quer exercer pressão de fora para dentro.

    Por ultimo, a acontecer um encerramento, em publico podem dar como justificação os malandros dos colaboradores, mas os verdadeiros motivos serão sempre os custos logisticos e o preço da energia, a parcela das remunerações no orçamento da empresa está muito abaixo dos dois ultimos custos que referi mas aí a Volkswage Autoeuropa já fala mais baixinho...

    Os exemplos que dão da OPEL, e não esquecer a RENAULT e da FORD, não são completamente comparáveis porque essas empresas não tinham o ciclo completo de fabricação,basicamente só tinham a parte da fabricação das carroçarias, pintura e montagem, eram no fundo satélites completamente dependentes das fabricas "mãe" nomeadamente espanholas. Esta situação repete-se com PSA Mangualde que , no fundo, é um satélite da PSA Vigo... infelizmente.

    Espero que tenha contribuido para espalhar alguma luz neste jogo de sombras...

    Fiquem bem!

  16. #196
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Tudo muito bonito. Mas isso aplica-se em regime de laboração contínua?

  17. #197
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Jan 2014
    Posts
    5,784

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Tudo muito bonito. Mas isso aplica-se em regime de laboração contínua?
    Mas afinal sabes a legislação ou não?
    Sabes o que se aplica à auto europa ou não?

  18. #198
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Eu sei o que se aplica. Queria ver era o usei a explicar. Já que foi tão solicito a por a legislação.

  19. #199
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Apr 2012
    Posts
    4,054

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sikora Ver Post
    Finalmente, alguém que foi ao cerne da questão: O que é que regula o regime laboral em vigor no sector?

    Antes que me apelidem de coisas que não sou, declaro desde já que não sou, nem nunca fui sindicalizado/sindicalista, não porque não lhes reconheça o mérito e necessidade de existência para estabelecer algum equilibrio numa relação que é naturalmente desequilibrada, mas porque aqueles muitas vezes serem "apenas" correias de transmissão politica. Por ultimo, em termos politicos, tendo a ser de centro direita.

    O CCTV (Contrato colectivo de trabalho vertical) que consta no Boletim do Trabalho e Emprego, nº 37 é o que rege a relação laboral entre a Volkswagen Autoeuropa e os seus colaboradores. Podem consultar o mesmo fazendo uma busca rápida num motor de busca da vossa preferência.

    A Volkswagen Autoeuropa sempre pugnou ao longo dos anos por fazer cair estes contratos colectivos, por lhes retirar liberdade de ação nas suas relações laborais. Este "conflito" é o resultado disso mesmo.

    Ora vamos lá aos factos que estão de facto em causa:

    Cláusula 60.ª
    Regime geral de trabalho por turnos

    b) Em regime de três turnos, o período normal de trabalho
    é de 40 horas, podendo ser distribuído por seis dias, de
    segunda -feira a sábado, sem prejuízo de horários de menor
    duração que já estejam a ser praticados. Em regra e salvo
    acordo em contrário com a comissão de trabalhadores ou,
    na sua falta, com a comissão sindical ou intersindical ou
    com o sindicato respectivo, as horas do turno predominantemente
    nocturno serão distribuídas de segunda -feira
    a sexta -feira.

    5 — A prestação de trabalho em regime de turnos confere
    aos trabalhadores o direito a um complemento de
    retribuição no montante de:
    a) 15 % de retribuição de base efectiva, no caso de prestação
    de trabalho em regime de dois turnos de que apenas
    um seja total ou parcialmente nocturno;
    b) 25 % de retribuição de base efectiva, no caso de prestação
    de trabalho em regime de três turnos, ou de dois
    turnos total ou parcialmente nocturnos.

    9 — Em regime de turnos, os trabalhadores têm direito
    a um período para repouso ou refeição, de duração não
    inferior a trinta minutos, o qual será considerado para todos
    os efeitos como tempo de trabalho;
    durante o período atrás
    referido, o trabalhador poderá não abandonar o posto de
    trabalho mas deve, sempre que possível, ser substituído
    nas suas ausências por outro trabalhador.

    Desde o inicio da existência da Volkswagen Autoeuropa que não se consegue fazer valer esta disposição, até hoje o tempo de refeição (30m) não faz parte do tempo de trabalho nem é remunerado como tal...

    12 — Na organização dos turnos deverão ser tomados
    em conta, na medida do possível, os interesses dos trabalhadores.

    Daí a necessidade, por parte da empresa, de negociar...

    16 — Nenhum trabalhador pode ser obrigado a prestar
    trabalho em regime de turnos sem ter dado o seu acordo
    por forma expressa.

    CAPÍTULO VI
    Suspensão da prestação de trabalho
    SECÇÃO I
    Descanso semanal, feriados, férias
    Cláusula 62.ª
    Descanso semanal obrigatório e complementar

    1 — O trabalhador tem direito a um dia completo de descanso
    semanal obrigatório, que é o domingo. No entanto,
    este dia de descanso semanal obrigatório, e com o acordo
    do trabalhador, poderá não coincidir com o domingo e ser
    gozado noutro dia da semana, desde que em pelo menos
    20 semanas por ano o gozo ao domingo esteja assegurado.
    São excepcionados os regimes de laboração contínua em
    curso nas empresas.

    A excepção aqui referida é o gozo do Domingo em 20 semanas por ano.

    2 — Nas empresas do subsector da montagem ou nas
    empresas funcionalmente a ele ligadas, o dia de descanso
    semanal obrigatório é sempre o domingo.


    Aqui fica estabelecido inequivocamente a definição do Domingo, o que não invalida que os colaboradores não tenham de trabalhar no Domingo desde que:

    Cláusula 87.ª
    Remuneração do trabalho suplementar
    1 — O trabalho suplementar é pago pelo valor da retribuição
    horária com os seguintes acréscimos:
    a) 50 % pela 1.ª hora ou fracção desta e 75 % por hora
    ou fracção subsequente, em dia útil;
    b) 100 % por cada hora ou fracção, em dia de descanso
    semanal, obrigatório ou complementar, ou em feriado.
    2 — Nos dois primeiros anos contados da entrada em
    vigor do clausulado resultante do presente processo de
    revisão, o acréscimo previsto na alínea b) do número anterior,
    é de 150 %.

    Meus amigos, isto é o que está legalmente estabelecido como minimo para o sector de actividade da Volkswagen Autoeuropa, tudo o que a empresa colocar nos contractos individuais de trabalho que contrarie o clausulado é por definição ilegal, exonerando o colaborador da responsabilidade de cumprimento.

    Em linguagem de caserna, e recordando as palavras do meu instrutor, é o tipico: ordens mal dadas, não se cumprem e voluntário nem para morrer.

    Isto é um processo negocial que em ultima instância pode não chegar a uma conclusão e então é aplicado o que a lei permite, tal como foi feito com a introdução do 3º turno a partir do final de Outubro. Mas esta parte a Volkswagen Autoeuropa não tem interesse em divulgar publicamente... só lhes interessa quando quer exercer pressão de fora para dentro.

    Por ultimo, a acontecer um encerramento, em publico podem dar como justificação os malandros dos colaboradores, mas os verdadeiros motivos serão sempre os custos logisticos e o preço da energia, a parcela das remunerações no orçamento da empresa está muito abaixo dos dois ultimos custos que referi mas aí a Volkswage Autoeuropa já fala mais baixinho...

    Os exemplos que dão da OPEL, e não esquecer a RENAULT e da FORD, não são completamente comparáveis porque essas empresas não tinham o ciclo completo de fabricação,basicamente só tinham a parte da fabricação das carroçarias, pintura e montagem, eram no fundo satélites completamente dependentes das fabricas "mãe" nomeadamente espanholas. Esta situação repete-se com PSA Mangualde que , no fundo, é um satélite da PSA Vigo... infelizmente.

    Espero que tenha contribuido para espalhar alguma luz neste jogo de sombras...

    Fiquem bem!
    Na PSA o Tavares já por várias vezes se queixou dos custos a nível de logística (porque não há ligação directa da fábrica a uma linha férrea o que obriga a que tudo seja transportado via camião) e da electricidade que é das mais caras da Europa.

  20. #200
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Terra de sonho e esperança...
    Posts
    98

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Tudo muito bonito. Mas isso aplica-se em regime de laboração contínua?
    A Volkswagen Autoeuropa (produção) trabalha em regime de laboração continua?

    Porque é que os colaboradores têm de "subsidiar" a passagem para esse regime?

  21. #201
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sikora Ver Post
    A Volkswagen Autoeuropa (produção) trabalha em regime de laboração continua?

    Porque é que os colaboradores têm de "subsidiar" a passagem para esse regime?
    Não trabalha ainda. Mas pode começar quando assim o entender. Ninguém subsidia nada. continuam a trabalhar 5 dias por semana. Esteve sempre prevista a laboração contínua. Nunca houve foi necessidade da implementar. Agora pelos vistos há.

  22. #202
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Terra de sonho e esperança...
    Posts
    98

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ravager Ver Post
    Na PSA o Tavares já por várias vezes se queixou dos custos a nível de logística (porque não há ligação directa da fábrica a uma linha férrea o que obriga a que tudo seja transportado via camião) e da electricidade que é das mais caras da Europa.
    A questão ferroviária (transporte carga) é de facto um dos maiores entraves á competividade da industria no geral, e em particular quando existe necessidade de trabalhar com prazos apertados.

    A AE até tem ligação directa, mas as experiências que se fazem de diminuir o transporte rodoviário têm falhado por falta de cumprimento de prazos de entrega/custos. A nossa falta ( e em Espanha) de infraestruturas adequadas (bitola diferente, sinalização e regras diferentes, falta de electrificação em alguns troços, prioridade atribuida ao transporte de passageiros em detrimento da carga) faz com que o transporte de e para o centro da Europa não seja competitivo em relação ao rodoviario. Mesmo em destinos peninsulares é complicado. Mas os TGV é que dão votos...

    O custo da energia nem faço comentários... tem de se pagar a factura da "ajuda" que o Estado encaixou.

    Mas as causas estão identificadas à muito, as ações e custos politicos associados é que tardam, é sempre mais "fácil" ir pela parte mais fraca...

  23. #203
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Terra de sonho e esperança...
    Posts
    98

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Não trabalha ainda. Mas pode começar quando assim o entender. Ninguém subsidia nada. continuam a trabalhar 5 dias por semana. Esteve sempre prevista a laboração contínua. Nunca houve foi necessidade da implementar. Agora pelos vistos há.
    Não é por só se trabalhar 5 dias por semana que é igual trabalhar em qualquer dia de semana... se assim fosse não haveria dificuldade em esta empresa impor o horário desejado. Qual a necessidade de negociar?

    A laboração continua só foi autorizada em 1999, se não me engano, se existe essa necessidade tem de se compensar os colaboradores e se estes entendem que o que lhes é proposto não é suficiente e que existe margem para melhorar, porque é que têm de se contentar com o que lhes é proposto?

    Quando coloquei aqui a legislação que rege a condição actual, é para se perceber a diferença entre o que têm agora e aquilo que é proposto, uma diminuição muito significativa do rendimento.

    Tal como referi anteriormente, em ultima instância, pode nem se chegar a um consenso, e nessa situação pergunto ao dci80, o que é que a empresa faz? Aplica o que a legislação lhe permite.

    Não deixa de ser triste, constatar que após 25 anos seja possível entrar para aquela empresa a ganhar menos (considerando a inflação) do que em 1993... ainda acha que os colaboradores têm cedido assim tâo pouco?

  24. #204
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    qual o problema de quem entrar ganhar menos? já reparaste como está o mercados de trabalho? Lei da oferta e da procura. Os colaboradores não cederam nada. Aliás, os salários de entrada foram votados num acordo. Os próprios colaboradores é que "lixaram" os outros. Portanto não me venhas falar nas cedências dos colaboradores.

  25. #205
    Piloto de Rallye Afcivic's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2005
    Localização
    Viseu, Portugal.
    Posts
    12,978

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    Não trabalha ainda. Mas pode começar quando assim o entender. Ninguém subsidia nada. continuam a trabalhar 5 dias por semana. Esteve sempre prevista a laboração contínua. Nunca houve foi necessidade da implementar. Agora pelos vistos há.
    O facto de trabalharem em laboração continua não tem nada a ver com os dias de trabalho, eu trabalho nesse regime e trabalho 5 dias por semana também, tenho alem do ordenado um subsidio de turno de 25% do meu ordenado, o facto dos trabalhadores da AE passarem a esse regime terão que ver aumentado o seu subsidio de turno para esses valores ou se trabalhavam de horário normal passarão a ter esse incremento no seu ordenado se passarem a turnos. Parece que será esta a solução definitiva.

  26. #206
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Afcivic Ver Post
    O facto de trabalharem em laboração continua não tem nada a ver com os dias de trabalho, eu trabalho nesse regime e trabalho 5 dias por semana também, tenho alem do ordenado um subsidio de turno de 25% do meu ordenado, o facto dos trabalhadores da AE passarem a esse regime terão que ver aumentado o seu subsidio de turno para esses valores ou se trabalhavam de horário normal passarão a ter esse incremento no seu ordenado se passarem a turnos. Parece que será esta a solução definitiva.
    Os trabalhadores da autoeuropa já recebem 25% de subsídio de turno porque fazem turnos rotativos incluindo o noturno. Ainda há pouco deu na rádio que vão implementar a laboração contínua mesmo com o não dos trabalhadores. Já defendo isso há que tempos.

  27. #207
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Terra de sonho e esperança...
    Posts
    98

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por dci80 Ver Post
    qual o problema de quem entrar ganhar menos? já reparaste como está o mercados de trabalho? Lei da oferta e da procura. Os colaboradores não cederam nada. Aliás, os salários de entrada foram votados num acordo. Os próprios colaboradores é que "lixaram" os outros. Portanto não me venhas falar nas cedências dos colaboradores.
    A constatação que fiz é mais geral quanto à evolução do mercado de trabalho. Sim é verdade que foi um acordo, mas não foi propriamente uma proposta dos trabalhadores, nem tem de ser. Simplesmente foi imposto, entre outras condições (os downdays e 4 anos sem correção da inflação) como "requisito" para a vinda do EOS/Scirocco e era um "mal menor". Também foi nessa altura que apareceu a AutoVision como forma de passar o pessoal da logística e alguns departamentos para insourcing.

    A noticia da rádio vem de encontro ao que escrevi antes...à falta de acordo aplique-se a lei.

  28. #208
    Piloto de Troféu Rodal's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2012
    Posts
    6,565

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sikora Ver Post
    A constatação que fiz é mais geral quanto à evolução do mercado de trabalho. Sim é verdade que foi um acordo, mas não foi propriamente uma proposta dos trabalhadores, nem tem de ser. Simplesmente foi imposto, entre outras condições (os downdays e 4 anos sem correção da inflação) como "requisito" para a vinda do EOS/Scirocco e era um "mal menor". Também foi nessa altura que apareceu a AutoVision como forma de passar o pessoal da logística e alguns departamentos para insourcing.

    A noticia da rádio vem de encontro ao que escrevi antes...à falta de acordo aplique-se a lei.

    Precisamente, também já tinha referido umas páginas atrás que existem leis que regulam estas coisas, não é ao gosto nem do Patrão, nem dos trabalhadores.

    A Administração da AE terá dito que preferia fazer um acordo com todos os trabalhadores, pelo que se fala existem contratos diferentes, e a aplicação da lei pode não ser igual para todos, em virtude dos contratos serem diferentes.

  29. #209
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    Feb 2003
    Posts
    12,702

    Por Defeito

    espero que no dia 12 de dezembro se entendam ( acho que é essa a data para um novo encontro ).

    certo é que a administração está a endurecer posições e espero que isto não acabe numa trapalhada para a região.

    a GE vai reduzir cerca de 200 postos ( que não tem nada a ver com o assunto, mas cria problemas nas famílias da zona ), no norte também uma empresa grande na área da confeção vai pondera também uma redução de quase 800 trabalhadores...

  30. #210
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Algures perto de Sintra
    Posts
    5,936

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por josemanuel Ver Post
    espero que no dia 12 de dezembro se entendam ( acho que é essa a data para um novo encontro ).

    certo é que a administração está a endurecer posições e espero que isto não acabe numa trapalhada para a região.

    a GE vai reduzir cerca de 200 postos ( que não tem nada a ver com o assunto, mas cria problemas nas famílias da zona ), no norte também uma empresa grande na área da confeção vai pondera também uma redução de quase 800 trabalhadores...
    Dia 12 nao vai haver nenhum entendimento . A empresa vai comunicar a sua decisão sobre os horários. Apenas e só isso. Não leste as notícias.

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.