Seguro Multiriscos e de Recheio...
 Rede MPL:
A mostrar resultados 1 para 4 de 4

Título: Seguro Multiriscos e de Recheio...

  1. #1
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Sep 2004
    Localização
    , , .
    Posts
    428

    Por Defeito Seguro Multiriscos e de Recheio...

    Boas!
    Tenho um seguro multiriscos para a casa. À dias, em conversa, fiquei na duvida se, no caso de uma inundação ou incêndio, coisas como a roupa, relógios, tv, estavam ou não incluídos neste seguro.
    Ao olhar para o contrato, fala que como objecto seguro está o imóvel assim como os bens do segurado. Definem que objectos acima dos 1500 euros têm de ter uma clausula de recheio ou conteúdo especial, em que já cobre por exemplo o furto ou roubo.
    A minha questão é a seguinte:

    Pedi a simulação para 30 mil € de recheio. Pedem 60 euros anuais… A questão é que, por ex, ao dizer que tinha comprado à 2 anos um plasma por 2000€, disseram.me que tinha de ajustar esse valor ao dos dias de hoje. Agora…Entendo que se peço hoje para 30 mil, vou ter de ir actualizando este valor anualmente. Acontecerá que o recheio poderá ficar abaixo do valor base de 1500€ para cada objecto especial. Resultado: pago sem depois servir de nada…

    Vale a pena ter seguro de recheio a não ser pelo furto ou roubo? Ou só por ter “peças” de valor acrescido??

    Abraço


  2. #2
    PAZ
    PAZ está offline
    Piloto de Testes PAZ's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Localização
    Portugal
    Posts
    4,845

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sardal320d Ver Post
    Boas!
    Tenho um seguro multiriscos para a casa. À dias, em conversa, fiquei na duvida se, no caso de uma inundação ou incêndio, coisas como a roupa, relógios, tv, estavam ou não incluídos neste seguro.
    Ao olhar para o contrato, fala que como objecto seguro está o imóvel assim como os bens do segurado. Definem que objectos acima dos 1500 euros têm de ter uma clausula de recheio ou conteúdo especial, em que já cobre por exemplo o furto ou roubo.
    A minha questão é a seguinte:

    Pedi a simulação para 30 mil € de recheio. Pedem 60 euros anuais… A questão é que, por ex, ao dizer que tinha comprado à 2 anos um plasma por 2000€, disseram.me que tinha de ajustar esse valor ao dos dias de hoje. Agora…Entendo que se peço hoje para 30 mil, vou ter de ir actualizando este valor anualmente. Acontecerá que o recheio poderá ficar abaixo do valor base de 1500€ para cada objecto especial. Resultado: pago sem depois servir de nada…

    Vale a pena ter seguro de recheio a não ser pelo furto ou roubo? Ou só por ter “peças” de valor acrescido??

    Abraço

    Que confusão aí vai !

    Antes demais tens que entender o seguinte (seja para efeitos de edifício ou conteúdos) :

    Capital em Risco !

    É por aqui que terás que te guiar sempre para fazer um seguro e transmitires o capital a segurar à Seguradora.

    - A questão do Plasma que tem 2 anos. Quanto custa hoje um Plasma do mesmo segmento que o teu ? Mais ? Menos ? Isto independentemente de ter mais funcionalidades hoje do que tem o teu. No entanto se queres ser ressarcido de forma justa pelo objecto em questão, tens que dar hoje um valor que se adeque á compra do modelo actual equivalente !

    Voltamos assim ao capital em risco. Desde o Plasma, às tuas cuecas, tens que pensar quanto é que gastavas HOJE, para repôr tudo ao mesmo nível do que tinhas antes de um sinistro - neste caso o melhor é imaginar uma perda total, isto é, um incêndio que apenas te deixasse as cinzas

    Ao fazer o seguro, podes sempre pedir actualização automática de capital, que pode ser efectuada "ao sabor" dos valores de inflação, ou se preferires, para prevenires novas aquisições, um valor definido por ti, seja 5% ou 10% / ano, por exemplo.

    A questão de declarar objectos especiais, tem por norma, garantir quer para a seguradora, quer para o segurado, que determinada peça, tem o peso no orçamento. superior àquilo que se poderia imaginar...

    ...por exemplo um anel, declarar um anel de 100 €, não é o mesmo que declarar um de 3.000 € e fazer prova que ele existia, compreendes ?

    Por fim, não conheço o teu (da tua casa ) recheio, mas 30.000€, é uma valor muito pequeno, olha que só em Roupa pessoal, decerto para repores o que tens, precisarás de 2.000€ por pessoa da casa.

  3. #3
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Sep 2004
    Localização
    , , .
    Posts
    428

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por PAZ Ver Post
    Que confusão aí vai !

    Antes demais tens que entender o seguinte (seja para efeitos de edifício ou conteúdos) :

    Capital em Risco !

    É por aqui que terás que te guiar sempre para fazer um seguro e transmitires o capital a segurar à Seguradora.

    - A questão do Plasma que tem 2 anos. Quanto custa hoje um Plasma do mesmo segmento que o teu ? Mais ? Menos ? Isto independentemente de ter mais funcionalidades hoje do que tem o teu. No entanto se queres ser ressarcido de forma justa pelo objecto em questão, tens que dar hoje um valor que se adeque á compra do modelo actual equivalente !

    Voltamos assim ao capital em risco. Desde o Plasma, às tuas cuecas, tens que pensar quanto é que gastavas HOJE, para repôr tudo ao mesmo nível do que tinhas antes de um sinistro - neste caso o melhor é imaginar uma perda total, isto é, um incêndio que apenas te deixasse as cinzas

    Ao fazer o seguro, podes sempre pedir actualização automática de capital, que pode ser efectuada "ao sabor" dos valores de inflação, ou se preferires, para prevenires novas aquisições, um valor definido por ti, seja 5% ou 10% / ano, por exemplo.

    A questão de declarar objectos especiais, tem por norma, garantir quer para a seguradora, quer para o segurado, que determinada peça, tem o peso no orçamento. superior àquilo que se poderia imaginar...

    ...por exemplo um anel, declarar um anel de 100 €, não é o mesmo que declarar um de 3.000 € e fazer prova que ele existia, compreendes ?

    Por fim, não conheço o teu (da tua casa ) recheio, mas 30.000€, é uma valor muito pequeno, olha que só em Roupa pessoal, decerto para repores o que tens, precisarás de 2.000€ por pessoa da casa.

    Boas!
    Possivelmente até fiz uma certa confusão sim…mas porque me pareceu insólito aquilo que ouvi na dependência da seguradora.
    O que a “entendida” me referiu é que, no caso da tv, ela hoje não valeria isso…e daqui a N anos valeria ainda menos. Esse seria o valor que a seguradora me daria no caso de perda total.
    Seja como for, a questão aqui está é se, só com o multiriscos, em caso de incêndio ou inundação, me pagam por ex. o plasma! E a aparelhagem, os portáteis, as roupas, etc etc,,,

    Mais me intriga é que a “entendida” disse-me que não havia qualquer levantamento por um perito do que realmente tenho ou não na casa, e o seu real valor. Ou seja, declaro 20 relogios pelo valor de 1000 euros. Um incêndio, fica lá um monte de plástico derretido ou nada mesmo… Eles pagam isso? Como provo a existência dos mesmos?

    Já agora, 30 mil foi um valor por alto…Inicio de vida e tal…Não fiz a conta a roupa e coisas assim…Sou pobre…lol

    Abraço

  4. #4
    Chefe de Equipa MrsX's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2007
    Posts
    28,987

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sardal320d Ver Post
    Boas!
    Possivelmente até fiz uma certa confusão sim…mas porque me pareceu insólito aquilo que ouvi na dependência da seguradora.
    O que a “entendida” me referiu é que, no caso da tv, ela hoje não valeria isso…e daqui a N anos valeria ainda menos. Esse seria o valor que a seguradora me daria no caso de perda total.
    Seja como for, a questão aqui está é se, só com o multiriscos, em caso de incêndio ou inundação, me pagam por ex. o plasma! E a aparelhagem, os portáteis, as roupas, etc etc,,,

    Mais me intriga é que a “entendida” disse-me que não havia qualquer levantamento por um perito do que realmente tenho ou não na casa, e o seu real valor. Ou seja, declaro 20 relogios pelo valor de 1000 euros. Um incêndio, fica lá um monte de plástico derretido ou nada mesmo… Eles pagam isso? Como provo a existência dos mesmos?

    Já agora, 30 mil foi um valor por alto…Inicio de vida e tal…Não fiz a conta a roupa e coisas assim…Sou pobre…lol

    Abraço
    Facturas, fotografias, avaliação feita por peritos avaliadores...

    Em relação ao Recheio/Conteúdo: o valor a segurar deve ser equivalente ao custo de substituição em novo dos bens que tem em casa. Importa não esquecer determinados bens, tais como livros, CD's, roupas, toalhas, faqueiros e outros, que podem ter um valor não desprezível. (in www.bes.pt)

Tópicos semelhantes

  1. Respostas: 31
    Último Post: 15-07-13, 09:24:57
  2. Seguro automóvel
    Por imported_pamaro na secção OFF Topic
    Respostas: 0
    Último Post: 09-09-06, 11:24:26

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.