Sitios Abandonados de Interesse - Página 5
 Rede MPL:
Página 5 de 119 PrimeiraPrimeira ... 45615 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 121 para 150 de 3551

Título: Sitios Abandonados de Interesse

  1. #121
    Chefe de Equipa ZylmhuinVII's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2005
    Localização
    De cá para lá, de lá para cá...
    Posts
    25,562

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por speed_kills Ver Post
    Referes-te aquele edificio feito de betão? Se bem me lembro isso foi um tecto que construiram para tapar o buraco que o reactor fez. Deve haver acesso ao reactor, até para controlar niveis de radiação.
    Mas claro que ninguém era estupido o suficiente para ir até ao reactor expor-se a niveis de radiação mortais, isto sem protecçao.
    Acho que não há acesso... está mesmo bloqueado.

    Pelo menos é o que me lembro das reportagens que ia vendo na TV.


  2. #122
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Nov 2006
    Posts
    1,960

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Zylmhuin VII Ver Post
    Acho que não há acesso... está mesmo bloqueado.

    Pelo menos é o que me lembro das reportagens que ia vendo na TV.
    O que eu vi no Discovery era que aquilo foi construido e apodreceu e tiveram que reforçar e que actualmente monotorizam a radiação ao longe, mas penso que deve de haver uma entrada qualquer nem que seja para verificar o estado da cobertura de betão.

  3. #123
    Piloto de Testes gonexplorer's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2003
    Localização
    , , .
    Posts
    1,382

    Por Defeito

    As minas do Lousal perto de Grândola

    http://iso1975.blogspot.com/2007/11/lousal.html

  4. #124
    Moderador Nightlord's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    Praia
    Posts
    23,431

    Por Defeito

    Falam, falam, falam, falam...mas não os vejo a combinar nada

  5. #125
    Piloto de Testes EyesOnly's Avatar
    Data de Registo
    May 2005
    Localização
    Braga, Portugal.
    Posts
    1,951

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por brunosousa Ver Post
    citaçao ao post do eyesonly

    totalmente nao estara, em termos de jardinagem e manuntençao exterior penso que deve existir alguem a dar um jeito aquilo de vez em quando. agora por dentro é que esta uma desgraça. como aquilo ja foi discoteca estragaram um bocado o espirito, e sem ser nada feito daquilo ha pelo menos 12 anos esta bastante feio. em termos de infraestruturas esta optrimo ainda, e aquilo é bonito é visto de fora.
    quantas vezes eu fui la este verao com os meus amigos, era das nossas diversoes favoritas. é uma sensaçao optima visitar estas coisas. e da ultima vez que la fui descobri uma coisa espectacular, aquilo tem tuneis no jardim, mas tudo cheio de labirintos. único mesmo. dia um de novembro, dia dos finados, fui la a noite e subi a torre. que sensaçao, um frio incrivel, o vento a zumbir e a vista daquilo la de cima de todo ca para baixo, com vista para o cemiterio que estava com as velas todas acesas, parecia que estava num filme de terror.

    Por acaso não tinha noçao daquilo estar assim...
    Essa incursão que fizeste deu-me vontade de a fazer também.. loool

  6. #126
    Piloto de Rallye Movyk's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Portugal
    Posts
    12,081

    Por Defeito

    Eu combinava qualquer coisa para o palácio do rei do lixo...



    Está abandonado, em ruínas, e o seu actual dono proíbe a entrada nele...

  7. #127
    Chefe de Equipa TheMoBsTeR's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2003
    Localização
    apetece-me um hamburguer
    Posts
    28,888

    Por Defeito

    O dono é um construtor civil... Aquilo tem por lá muitos pastos, o interesse é mesmo os terrenos, ele não quer restaurar o palácio porque diz que é muito caro. Mas consta que o palácio foi feito com tudo do bom e do melhor.

  8. #128
    Chefe de Equipa ZylmhuinVII's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2005
    Localização
    De cá para lá, de lá para cá...
    Posts
    25,562

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por speed_kills Ver Post
    O que eu vi no Discovery era que aquilo foi construido e apodreceu e tiveram que reforçar e que actualmente monotorizam a radiação ao longe, mas penso que deve de haver uma entrada qualquer nem que seja para verificar o estado da cobertura de betão.
    Não foi essa a ideia que fiquei, mas acredito, e faz todo o sentido. A opção era terem deixado sensores dentro do "túmulo", com ligações para o exterior...

  9. #129
    Piloto de Rallye Movyk's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Portugal
    Posts
    12,081

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Zylmhuin VII Ver Post
    Não foi essa a ideia que fiquei, mas acredito, e faz todo o sentido. A opção era terem deixado sensores dentro do "túmulo", com ligações para o exterior...
    Segundo consta, o sarcófago de Chernobyl está em ruínas, e já há projectos para um novo.


  10. #130
    Piloto de Troféu NelioSilva's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Posts
    9,890

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Movyk Ver Post
    Eu combinava qualquer coisa para o palácio do rei do lixo...



    Está abandonado, em ruínas, e o seu actual dono proíbe a entrada nele...
    Citação Originalmente Colocado por The_MoBsTeR Ver Post
    O dono é um construtor civil... Aquilo tem por lá muitos pastos, o interesse é mesmo os terrenos, ele não quer restaurar o palácio porque diz que é muito caro. Mas consta que o palácio foi feito com tudo do bom e do melhor.

    António Xavier de Lima é o dono e isso é em Coina.
    Saí do Barreiro há 20 anos e sempre me lembra ver o palácio assim

  11. #131
    Piloto de Testes Fadista's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Localização
    Always look on the bright side of life
    Posts
    4,134

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Dragão Ver Post
    Afinal não sou só eu com a "panca" de cenas abandonadas. Esse sanatório na Covilhã deve meter medo, mas puxa ir lá.
    De dia não impressiona nada. É giro, mas como eu disse, está completamente "depenado", ou seja, já só tem mesmo as paredes e tecto, mais nada. E a natureza já começa a tomar conta do interior...
    De noite não fui nem pretendo ir, pois já encontrei lá velinhas colocadas em posições "estranhas", junto de símbolos desenhados no chão e parede. E não me aperece muito dar de frente com malta a fazer estas coisas
    Não tentem é entrar se ouvires disparos: provavelmente estará a haver algum jogo de paintball/airsoft (e aquilo num olho deve aleijar )

    Depois ponho aqui fotos que tirei lá.
    Última edição por Fadista : 22-01-09 às 14:41:22

  12. #132
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Paz
    Posts
    3,337

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por gonexplorer Ver Post
    As minas do Lousal perto de Grândola

    http://iso1975.blogspot.com/2007/11/lousal.html
    Ao pé da minha terra e não conhecia!

  13. #133
    Piloto de Testes Fadista's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Localização
    Always look on the bright side of life
    Posts
    4,134

    Por Defeito

    Um dos lugares que mais impressão me fez entrar, foi num antigo hospital abandonado, mas no terreno de um mais recente (eu tinha autorização para lá entrar).

    A quantidade de ficheiros clínicos à mão de semear, bem como material hospitalar era impressionante.


    Prefiro nem revelar onde foi, pois considero uma irresponsabilidade estarem aqueles ficheiros todos ali.

  14. #134
    Piloto de Testes Fadista's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Localização
    Always look on the bright side of life
    Posts
    4,134

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Movyk Ver Post
    Eu combinava qualquer coisa para o palácio do rei do lixo...



    Está abandonado, em ruínas, e o seu actual dono proíbe a entrada nele...
    Não há mais fotos desse local? parece interessante!

  15. #135
    Piloto de Troféu NelioSilva's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Posts
    9,890

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Fadista Ver Post
    Não há mais fotos desse local? parece interessante!

    Há mais de 20 anos que tenho conhecimento deste palácio e ainda só o vi por fora
    O dono disso (Xavier de Lima) há 20 anos atrás tinha um grande "monopólio" de terrenos aqui na Margem Sul, actualmente não sei o que ainda lhe pertence.
    Tinha também uma edificio que mais parecia um pavilhão à entrada da Quinta do Conde num descampado mesmo em frente ao Modelo, agora como fizeram lá um parque não sei se o edificio já foi abaixo.

  16. #136
    Chefe de Equipa MrsX's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2007
    Posts
    29,915

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Movyk Ver Post
    Eu combinava qualquer coisa para o palácio do rei do lixo...



    Está abandonado, em ruínas, e o seu actual dono proíbe a entrada nele...
    Antes de mais, porque Rei do Lixo?




    Simplesmente uma Homenagem ao autor de uma obra imponente que nos dias de hoje corre perigo de “vida”, podendo a vir ser atropelada por mais um projecto imobiliário.
    O palácio de Coina foi sempre para mim motivo de imensa curiosidade e muitas fantasias, quando me dirigia a Lisboa pela Estrada Nacional n.º10, ou me deslocava à freguesia de Coina deparava com aquele edifício muito singular, marcava de tal forma a paisagem e tinha um tipo de arquitectura tão invulgar que se tornou num enigma a desvendar. Perguntei aos meus pais e a pessoas naturais do Barreiro de que edifício se tratava, quem o construíra? Responderam-me muitas coisas, desde que eram umas termas, habitação de fidalgos, até que alguém me disse que era vulgarmente conhecido pelo “Castelo do Rei do Lixo”e que sobre o qual se contavam muitas histórias curiosas. Conformei-me, não tinha ainda maneira de saber qual a verdadeira história do “castelo”. Sabia no entanto que Coina não tinha nenhuma casa aristocrática e que todos os reis se insurgiriam com o cognome de “rei do lixo”.Após anos de perguntas sobre tão estranha construção, decidi aventurar-me na descoberta da história deste “castelo”.
    Durante este esta investigação fui confrontado com a existência de um projecto de urbanização para aquele espaço e da possível destruição do castelo que alimentou o meu imaginário e que me fez descobrir um pouco mais acerca da história do meu concelho.A história do palácio de Coina remonta ao século XVIII, a quinta fazia parte das vastas terras de D. Joaquim de Pina Manique, político, cavaleiro da ordem de Cristo e irmão de D. Diogo de Pina Manique fundador da Casa Pia de Lisboa.Ainda hoje a marca de D. Joaquim está patente na quinta pois encontra-se uma cruz de Cristo inscrita numa lápide nos muros da quinta. Em finais do século XIX parte da propriedade foi comprada pelo “rei do lixo” que construiu um império a partir do nada! Manuel Martins Gomes Júnior nasceu em 1860 no ceio de uma família humilde em S. António da Charneca, prometeu a si mesmo mudar de vida e foi o que fez! Trabalhou como empregado de uma mercearia em Lisboa, quando fez algum dinheiro regressou ao Barreiro e comprou o moinho de água em frente à Quinta de S. Vicente. Ao conversar com um “popular”, este especulou sobre uma das muitas formas em que Manuel M. G. J. ganhou a sua primeira maquia, referindo que assinou um contrato com uma seguradora, e posteriormente ateou fogo ao moinho, recebendo o dinheiro relativo ao estrago. Assim comprou uma fatia daquilo que será a sua grande quinta. Durante os anos seguintes Manuel M. G. J. trabalhou na agricultura, emprestando dinheiro aos proprietários vizinhos para cultivarem a ceara. Porém houve anos maus (e Manuel não perdoou as dívidas!) e nesses tomou uma decisão radical, anexou as parcelas dos devedores à sua, formando assim uma quinta com mais de 300 hectares. Devido a seu profundo anti-deísmo baptizou-a de Quinta do Inferno. Tornou-se um grande proprietário, e havia que rentabilizar o terreno! Estabeleceu um contrato com um grande negociante e exportador de carnes, Manuel M. G. J. Alugou-lhe o espaço para porcos e participou no negócio de exportação de carnes. Pouco tempo depois o seu sócio morreu e Manuel assumiu o controlo dos negócios e passando a ser negociante de carnes. Devido à sua intuição nata para os negócios e ao seu carácter empreendedor atingiu o auge assegurando o controlo da recolha dos lixos em Lisboa (à altura os lixos eram apenas matéria orgânica) transportando-os para Coina nos seus cinco barcos (a que deu os nomes de Mafarrico, Lúcifer, Belzebu, Demónio e Satanás) o lixo servia de alimento aos porcos, ele não gastava um tostão! Apesar de ser profundamente ateu era muito dedicado à sua região, protegeu os pobres, financiou colectividades, construiu a primeira escola de ensino primário na freguesia e fundou a Companhia Agrícola Nacional. Manuel Martins Gomes Júnior tornou-se uma figura política de peso, republicano e provávelmente maçónico.
    Em 1910 após a revolução republicana mandou construir o palácio de Coina investindo aí muito dinheiro, conta-se que o palácio foi construído com os mais ricos materiais da época. Nunca se chegou a saber qual a finalidade do edifício, uns afirmam que se destinava a “ir para lá morar com toda a sua família”, “que era para do alto avistar as suas vastas propriedades no Seixal”,ou “que era para fazer uma demonstração de grandeza e poder”. Outros disseram que seria nova sede da maçonaria visto que a sede ardera à pouco tempo. O Sr. Benedito está convicto que foi com este último propósito, recorda que circular no palácio era bastante complicado “era um autentico labirinto” – afirma, embora na minha opinião seja claramente uma demonstração de grandeza e poder pela imponência do edifício em si, arquitectura única em Portugal.Contudo o palácio, nunca foi habitado, Manuel Martins Gomes Júnior morreu em 1943 em circunstâncias estranhas, a causa da sua morte nunca viria a ser apurada. Deixou um enorme legado de propriedades e 143 mil contos que doou à Misericórdia.Assim a Quinta do Inferno passou para o seu genro António Ramada Curto que posteriormente a vendeu a José Mota.Este último retomou o cultivo da quinta e melhorou os seus jardins palacianos acrescentando à piscina; pérgula; labirinto de arbustos; escadas de pedra; pomar e palmeiras existentes uma capela. A Quinta do Inferno mudou então de nome e passou a chamar-se Quinta de S. Vicente.Em 1972 foi novamente vendida, desta vez a António Xavier de Lima, conhecido urbanizador da margem sul. Este último afirmou publicamente ter um projecto para reconverter a quinta, e transformar o palácio numa pousada de cerca de 85 quartos.Mas noite de 5 de Junho de 1988 o palácio foi totalmente devorado pelas chamas, Xavier de Lima disse ao jornal “A CAPITAL” que o restauro implicava um investimento não suportável. Desde aí o palácio encontra-se num total abandono e recentemente abateu toda a parte intermédia e o terceiro terraço. Transformando-se dia para dia a transformar-se numa enorme ruína.
    Além desta homenagem fica também aqui uma critica, não só à população que vive muito próxima do Palácio que evita falar de qualquer assunto relacionado, como ao próprio próprietario que em tantos não foi capaz senão de por uns cavalos na quinta, não tendo o mínimo cuidado não digo em restaura-la mas no mínimo em conserva-la, é visível o estado lastimável das casas anexas à quinta, e em relação ao palácio… bem, palavras para que? Em tantos anos nada foi feito… desculpas como “investimentos insuportáveis” não são desculpa para tudo…nem sequer para a privação do palácio de tudo e de todos, todos sabemos que a Torre é o ex-libris da histórica vila de Coina e facto de não sequer abrir as portas da quinta nem sequer para a ver de perto deixa me pensar muitas coisas, a principal é que se quer desvalorizar um terreno para posteriormente o valorizar muito e muito…
    Actualmente o palácio está em avançado estado de degradação. Se não forem tomadas medidas urgentes, este património do Concelho do Barreiro tem morte anunciada, mas enquanto o Palácio de Coina se mantiver de pé, a memória do “Rei do Lixo” permanecerá viva!
    in http://rei-do-lixo.blogspot.com/

  17. #137
    Piloto de Troféu rCrew's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    ...
    Posts
    7,183

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por nelio_silva_85 Ver Post
    Há mais de 20 anos que tenho conhecimento deste palácio e ainda só o vi por fora
    O dono disso (Xavier de Lima) há 20 anos atrás tinha um grande "monopólio" de terrenos aqui na Margem Sul, actualmente não sei o que ainda lhe pertence.
    Tinha também uma edificio que mais parecia um pavilhão à entrada da Quinta do Conde num descampado mesmo em frente ao Modelo, agora como fizeram lá um parque não sei se o edificio já foi abaixo.

    Ainda tem ;)

    Cheguei a ir com o meu pai e avô ás reservas de caça dele, os terrenos á volta do palácio normalmente têm sempre cavalos, já estive mesmo muito perto do palácio mas nunca tive oportunidade de entrar.

    É um sitio muito interessante

    Edit: Mrs X já tinha lido esse texto, está ai toda a história, bom post.
    Última edição por rCrew : 22-01-09 às 15:12:08

  18. #138
    Piloto de Troféu Zell's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    7,649

    Por Defeito

    Acerca do palácio de Coina, é lamentável o estado em que se encontra aquele edificio único. Da parte da CM, penso haver vontade de fazer qualquer coisa por ele. Mas sendo privado, não é fácil. É uma atitude reprovável, a do proprietário. Para bem do património, esperemos que se chegue a um acordo.
    Última edição por Zell : 22-01-09 às 15:23:54

  19. #139
    Piloto de Rallye Movyk's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Portugal
    Posts
    12,081

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Fadista Ver Post
    Não há mais fotos desse local? parece interessante!
    A primeira vez que eu o vi ia a conduzir e fiquei tão espantado que ia a literalmente a conduzir e a olhar para o lado!

    http://mw2.google.com/mw-panoramio/p...um/3446370.jpg

    http://i25.photobucket.com/albums/c6...o/IMG_1616.jpg

    http://mw2.google.com/mw-panoramio/p...um/1695894.jpg

  20. #140
    Piloto Lendário MetalKing's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Por aqui e acoli...
    Posts
    51,918

    Por Defeito

    Algumas fotos do Hotel Miramar, no Monte Estoril, acabadinhas de tirar por mim hoje.
    Encontra-se ao abandono desde 1975, altura em que ardeu.

    P1270584.jpg

    P1270575.jpg

    P1270576.jpg

    P1270577.jpg

    P1270578.jpg

  21. #141
    Piloto Lendário MetalKing's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Por aqui e acoli...
    Posts
    51,918

  22. #142
    Piloto de Testes tulicreme's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2005
    Localização
    Amadora
    Posts
    1,623

    Por Defeito

    Mais sítios interessantes:

    Fábrica de Massas Vouga, abandonada desde meados dos anos 80

    |

    Os Sanatórios do Caramulo



    Cerâmica Flaviense
    aqui não dou 100% de certeza de estar abandonada, mas na altura que por lá andei, tinha bem aspecto disso.

    http://www.panoramio.com/photo/16940504

    Discoteca Luziamar, ícone da noite de Viana do castelo e abandonada à mais de 10 anos!

    41°40'47.28"N 8°49'41.38"W
    Última edição por tulicreme : 22-01-09 às 23:53:44

  23. #143
    Piloto de Testes maap's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    Vale Fetal City
    Posts
    1,192

    Por Defeito

    Em sortelha há tambem umas antigas termas abandonadas. As Termas de Agua de Radium.

    http://www.panoramio.com/photo/5290455

    Mais Informações:

    Época termal
    ---
    Indicações

    Reumatismo, gota, hipertensão arterial, colites, edemas, insuficiência circulatórias (Acciaiuoli.1939)
    Doenças do aparelho circulatório, rins e nas perturbações da nutrição, hipertensão arterial e nas feridas (Contreiras, 1951)
    Doenças da circulação, gastrointestinais.

    Tratamentos/ caracterização de utentes
    “O tratamento metódico por lamas radioactivas […] a aplicação de lamas radioactivas em artrites e artroses mono ou poli-articulares, é sem dúvida uma óptima aquisição da Águas de Radium com rendimento terapêutico, bem comprovado […] A aplicação de compressas eléctricas radioactivas G. Ray nas artrites, ciáticas, dores ováricas – provocam redução das dores.
    O aparelho Studa Chair para lavagem do cólon, com 35 litros de água mineral, produz uma boa desinfecção mecânica." (Acciaiuoli1940)
    Studa chair» compressas e lamas radioactivas" (Contreiras1951)

    Instalações/ património construído e ambiental
    Três nascentes, Chão da Pena, Favacal e Malhada, também denominadas de Curie 1, 2 e 3 serviam o estabelecimento termal. A sua emergência localizava-se em minas. "A nascente era lá no fundo do «castelo», e a água passava em zig-zag numa caleira onde se ia pousando uma lama, retiravam essa lama para fazer os tratamentos com ela" (Luís Paulo, da junta de freguesia). As nascentes Lusitânia e Milagrosa serviam o estabelecimento de engarrafamento.
    O edifício é uma maciça construção em granito hoje em ruínas. A parte hoteleira é a que se localiza ao fundo do grande pátio e a construção do lado direito corresponde ao antigo balneário.

    Natureza
    Hipossalinas, ligeiramente cloretadas, sulfatadas, bicarbonatadas sódicas, cálcicas e magnesianas, com urânio dissolvido (Carvalho e Lepierre 1930)
    Hipossalina, carbonatada mista, silicatada, muito radioactiva por sais de radium e rádon (considerada no congresso de Lyon, em 1927, como uma das mais radioactivas do mundo) (Acciaiuoli 1947)
    Fracamente mineralizada , com sais de rádio em dissolução (Contreiras 1951)
    Bicarbonatada sódica (Calado 1992)

    Alvará de concessão
    1922 - Diário do Governo, nº 192, II série, 22 de Agosto, Concessão de Chão de Pena e do Favacal. A primeira com uma área reservada de 50 hectares, a segunda com 50h e 33 ares
    1922 - Diário do Governo, nº 8, II série, 10 de Janeiro, Concessão da Malhada. Com a área reservada de 70 hectares.
    1926 - 16 de Setembro, Despacho ministerial autorizando a dar o nome “Milagrosa” à nascente de Chão de Pena. Diário do Governo, n.º 249, II série.
    1926 - 23 de Novembro, Portaria autorizando a exploração da Lusitana, existente na área reservada da concessão de Chão de Pena. Diário do Governo, n.º 275.
    1943 - Diário do Governo, n.º 143, II série de 22 de Junho, Portaria autorizando a Sociedade Termas Radium SARL, a usar a designação “Termas Radium e Água Radium para as nascentes de Chão de Pena, Favacal e Malhada".
    Actualmente é proprietário António Lopes, das Minas da Panasqueira, que, segundo informação do Presidente da Junta de Freguesia de Sortelha, também tem interesses no projecto termal de Unhais da Serra.
    regressar ao topo da página

    Historial

    A história deste sítio de águas minerais, embora recente (inícios do século XX), está envolta na lenda que começa com um conde espanhol, Don Rodrigo, que aqui teria curado uma filha de uma grave doença de pele, mandando posteriormente construir o hotel termal, de que hoje restam as ruínas com o seu ar acastelado.Mas o que vem ainda a adensar o mistério é a própria história oficial relatada por Acciaiuoli: “Até 1920 as águas não eram conhecidas e, naquele ano, o Prof. Charles Lepierre, declarou que as nascentes deste grupo denominado «Curie», eram dotados de propriedades radioactivas.” (Acciauoli 1944, III). Nunca o autor nos seus vários textos monográficos ou relatórios como engenheiro-chefe da Inspecção de Águas, nomeia o lendário conde espanhol; aliás, o único espanhol nomeado no processo é Enrique Gonsalvez Fuentes como concessionário das águas por alvará de 17 de Agosto de 1923.Mas o hotel termal já existia nesta data.Outro dado a equacionar nesta história é a vizinhança das Minas de Quarta-feira, com exploração iniciada em 1910 pela companhia francesa Societé d’Uraine e Radium, de onde partiu muito minério de urânio que foi trabalhado nos laboratórios de Paris, onde Madame Curie (1867-1934) trabalhava. É muito provável que fossem os franceses desta empresa mineira que denominassem as nascentes com o nome desta cientista galardoada com dois prémios Nobel. Sendo assim, o trabalho de Lepierre será enquadrado no processo de legalização da concessão de nascentes que já estavam em exploração. Segundo Luís Paulo “A Madame Curie esteve lá cerca de 4 meses”, mas não encontrámos nenhuma referência a possíveis estadias de Curie em Portugal.A história destas termas é descrita do seguinte modo pelo presidente da Junta de Freguesia: ”O fundador das águas de Radião foi o D. Rodrigo, ele tinha um nome diferente mas aqui ficou conhecido como o D. Rodrigo. Foi ele que mandou construir as termas, que mais tarde foram vendidas aos ingleses. Isto é assim, o D. Rodrigo deve ter abandonado a empresa mais ou menos pelos anos 30. Depois começou a exploração inglesa que como termas durou muito pouco, ficou só a exploração hoteleira. Foi durante esta exploração inglesa que houve um gerente que levou a empresa à falência, por volta de 1951 ou 52, era residente no Casteleiro, embora não fosse de lá. Depois foi leiloado em Lisboa, a uma família de lá, e depois os herdeiros desses, que eram muitos, vêm a vender ao Ramiro Lopes em 1984 ou 85. Ele ainda fez muitas obras, há coisa de 4 anos vendeu ao irmão. Actualmente o projecto está a andar, andam pessoas lá a trabalhar." (Luís Paulo). Em 1929 a exploração termal é arrendada à empresa Sociedade Águas Radium Lda, por contrato até 1940. Esta sociedade introduz outro tipo de tratamentos para além dos de balneoterapia, como seja a aplicação de lamas, compressas eléctricas radioactivas e a “studa chair” para lavagem do cólon.Em 1940 terminou o contrato de arrendamento, mas a concessão continua nas mãos dos herdeiros Enrique Gosalez Fuentes. Acciaiuoli (1947), no relatório da actividade Inspecção de Águas de 1943-46, informa-nos que “a actividade desta Estância está suspensa desde 1945, sendo muito pequena a sua frequência: 35 inscrições em 1944 e 36 no ano anterior”. Em 1951 a sociedade francesa dá lugar à Companhia Portuguesa de Radium, de capitais ingleses, e terá sido esta empresa que toma conta do hotel, explorando apenas a parte hoteleira do complexo, conforme a descrição do presidente da junta, Luís Paulo, estando neste caso as suas datas desfasadas de 10 anos. Esta companhia mineira cessaria a sua actividade em 1961, mas nessa ocasião já o hotel termal estaria abandonado. O complexo termal foi leiloado em Lisboa (segundo Luís Paulo), e posteriormente comprado por Ramiro Lopes, residente na Panasqueira, com a intenção de transformar o local num hotel de luxo. Em 2000 este senhor vendeu a propriedade a seu irmão António Lopes, com o projecto de construir, numa primeira fase, um hotel de luxo (a partir das actuais ruínas) com campo de golfe e piscinas, e numa segunda fase seria trabalhada a parte termal.Em Acta de Reunião Ordinária n.º 3 da CM do Sabugal, de 28 de Janeiro de 2000, pode ler-se o seguinte ponto: "Presente ofício da Firma GOLFIBÉRICA referente ao projecto turístico da Águas Rádio – Serra da Pena – Sortelha, tendo o Presidente dado conhecimento da reunião com a gerência da empresa onde lhe foi dado a conhecer o interesse por parte de investidores estrangeiros naquele investimento, estimando-se a criação de cerca de 150 postos de trabalho. Propôs que a Câmara Municipal disponibilize a colaboração técnica possível e que se considere o investimento de interesse municipal, propostas que foram aprovadas por unanimidade." Mas no local pouco foi feito, para além de bloquearem as entradas na propriedade.
    regressar ao topo da página

    Alojamentos

    O Grande Hotel é hoje uma ruína que se demarca na paisagem pelo seu ar acastelado, construção em granito, terá tido nos seus tempos áureos 90 quartos. "Eu tive familiares que trabalharam lá, tinha umas belas instalações, com capacidade para cerca de 150 pessoas" (Luís Paulo)
    regressar ao topo da página


    Recortes
    24/10/99 (Luísa Pinto) – Quarta-feira as minas onde nasceu a bomba atómica – Os “benefícios” das Águas Radium – Umas termas de água radioactiva? É verdade. Desde o princípio do século, na povoação de Quarta-feira, perto da Guarda, os franceses começaram a explorar as águas termais com rádio, que supostamente faziam bem à pele, e o urânio, que exportado, viria a ser usado na investigação da bomba atómica. As instalações estão hoje votadas ao abandono mas é ainda possível ver as garrafas e as banheiras individuais onde os doentes se banhavam nas famosas Águas Radium.


    Fonte: http://www.aguas.ics.ul.pt/guarda_cpena.html

  24. #144
    Moderador Vanquish's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2003
    Localização
    AML
    Posts
    41,607

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por gonexplorer Ver Post
    As minas do Lousal perto de Grândola

    http://iso1975.blogspot.com/2007/11/lousal.html
    As minas do Lousal estão apenas desactivadas, mas não abandonadas. Está a funcionar um museu, restaurante e lojas de artesanato. Existe nomeadamente um projecto para fazer visitas guiadas ao fundo da mina.

    Já fui ao museu a a essas zonas a descoberto e recomendo.

  25. #145
    Piloto de Testes Tomahawk's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2003
    Localização
    Sintra , Portugal.
    Posts
    3,474

    Por Defeito

    Vinha agora a caminho do emprego, e na zona da expo existem algumas coisas abandonadas.

    Practicamente em frente uma da outra, as antigas instalações da Galp, (antiga Sonap) e as instalações do Baptista Russo

  26. #146
    Benfiquista roadstercoupe's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2005
    Localização
    Quinta do Anjo
    Posts
    1,967

    Por Defeito

    O palácio de Coina tem uma pessoa que guarda aquilo! Ao lado do Palácio ha uma zona de casas e currais.

    A cerca de 2/3 anos tentei contactar o Sr. Xavier de Lima, para que desse autorização a realizarem-se lá jogos de airsoft - visto o espaço estar abandonado - com a garantia que não seria com fins comerciais e que seriamos responsáveis por quaisquer danos provocados ao património.
    O Sr chegou a responder dizendo que o espaço era privado (a sério?!?) e não estava 'abandonado' como eu tinha referido, negando assim a cedência.

    Fiquei triste pq era um cenário brutal, mas ainda me ri com a resposta do Sr.

  27. #147
    Benfiquista roadstercoupe's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2005
    Localização
    Quinta do Anjo
    Posts
    1,967

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Vanquish Ver Post
    As minas do Lousal estão apenas desactivadas, mas não abandonadas. Está a funcionar um museu, restaurante e lojas de artesanato. Existe nomeadamente um projecto para fazer visitas guiadas ao fundo da mina.

    Já fui ao museu a a essas zonas a descoberto e recomendo.
    Já almocei nesse restaurante.. bastante agradável!

  28. #148

  29. #149
    Piloto de Testes Vogal's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere
    Posts
    2,087

    Por Defeito

    Adoro este tópico .

    O sitio que melhor conheco referente a sitio abandonados com interesse será mesmo


    A reportagem de Chernobyl está impecável !

  30. #150
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    23,658

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por The_MoBsTeR Ver Post
    Há uns anos, estava eu mais um grupo de malta nova a "canoar" no Zêzere e vimos uma espécie de hotel abandonado no cimo de um pequeno penhasco. Fomos lá, obviamente se encontrar no G. Earth posto as coordenadas.

    EDIT:
    +39° 45' 49.97", -8° 13' 47.03"





    Essa zona é bela , é perto de Dornes, embora essas ruinas sejam no outro lado da margem. É uma pena terem esse destino

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.