É melhor casar que viver junto
 Rede MPL:
Página 1 de 2 12 ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 1 para 30 de 32

Título: É melhor casar que viver junto

  1. #1
    Piloto de Testes DarkRose's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    Setúbal
    Posts
    2,538

    Por Defeito É melhor casar que viver junto

    Pensa-se que é a mesma coisa, mas não é. Num estudo, psicólogos descobriram que viver junto desgasta mais a relação que um casamento.
    A explicação é que um casamento é um compromisso, algo mais sério que é assumido perante família e amigos. Os casais que vivem juntos tem maiores probabilidade de se separarem do que os casados. Viver apenas junto dá a sensação que se está a fazer uma tentativa, do tipo "se der deu, se não paciencia". Em contrapartida, quem decide casar é quem tem a certeza do que sente pelo parceiro, a necessidade de firmar algo mais sólido.
    Está também provado que quem casa logo tem mais probabilidades de a relação dar certo que quem vive junto primeiro e casa depois.
    O único lado "positivo" do viver junto é que a relação acaba com mais facilidade,sem demoras nem riscos de estar com o parceiro sem querer, pois não existe o sentimento de ter de se respeitar um compromisso sério. Um homem que viveu as duas situações conta que quando vivia junto demorou "apenas" um mês a acabar com a parceira e um ano para pedir o divórcio, já casado.

    Veio numa revista a falar disto e eu escrevi o que me lembrei. É espantoso porque pensei que viver junto era quase o mesmo que estar casado e que se se vivesse junto antes de casar já se conhecia cada um...

    Alguém já viveu isto e sabe se é assim?


  2. #2
    Banido Nephilim's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2005
    Localização
    No Centro do Mundo a assar frangos
    Posts
    39,074

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Um homem que viveu as duas situações conta que quando vivia junto demorou "apenas" um mês a acabar com a parceira e um ano para pedir o divórcio, já casado.

    Veio numa revista a falar disto e eu escrevi o que me lembrei. É espantoso porque pensei que viver junto era quase o mesmo que estar casado e que se se vivesse junto antes de casar já se conhecia cada um...

    Alguém já viveu isto e sabe se é assim?
    Realmente é um estudo interessante e acho que tem razão, eu nunca dei mto importancia a isso mas concordo com este estudo, nunca casei apesar de ja tar quase pa casar 3 vezes mas já vivi junto mtas vezes

  3. #3
    Banido gaspar-m's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2007
    Posts
    783

    Por Defeito

    eu não tenho essa experiencia
    mas é curioso k pensava eu k era precisamente o contrário
    k quem vivia junto tinha probabilidade de se aguentar mais tempo na relação.
    aliás tive uns vizinhos k namoraram 8 anos e só estiveram casados 1 ano.
    mas creio k isso é muito relativo.
    desde k as pessoas se compreendam bem .tanto faz estarem casados ou juntos a relação dura dura e dura

  4. #4
    Piloto de Testes DarkRose's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    Setúbal
    Posts
    2,538

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por gaspar-m Ver Post
    eu não tenho essa experiencia
    mas é curioso k pensava eu k era precisamente o contrário
    k quem vivia junto tinha probabilidade de se aguentar mais tempo na relação.
    aliás tive uns vizinhos k namoraram 8 anos e só estiveram casados 1 ano.
    mas creio k isso é muito relativo.
    desde k as pessoas se compreendam bem .tanto faz estarem casados ou juntos a relação dura dura e dura
    Pois...mas houve alguns testemunhos.

    Um casal em que ambos tinham 20 e poucos anos, ele cansou-se porque não sabia porque haveriam de viver juntos já que estavam sempre a sair...

  5. #5
    Banido gaspar-m's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2007
    Posts
    783

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Pois...mas houve alguns testemunhos.

    Um casal em que ambos tinham 20 e poucos anos, ele cansou-se porque não sabia porque haveriam de viver juntos já que estavam sempre a sair...




    sim eu tambem acho k esses jovens não gostam de assumir uma relação
    de vida em comum .muitos apenas gostam de andar ....
    como eles dizem.

  6. #6
    RAD
    RAD está offline
    Piloto de Rallye RAD's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Posts
    10,331

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Pensa-se que é a mesma coisa, mas não é. Num estudo, psicólogos descobriram que viver junto desgasta mais a relação que um casamento.
    A explicação é que um casamento é um compromisso, algo mais sério que é assumido perante família e amigos. Os casais que vivem juntos tem maiores probabilidade de se separarem do que os casados. Viver apenas junto dá a sensação que se está a fazer uma tentativa, do tipo "se der deu, se não paciencia". Em contrapartida, quem decide casar é quem tem a certeza do que sente pelo parceiro, a necessidade de firmar algo mais sólido.
    Está também provado que quem casa logo tem mais probabilidades de a relação dar certo que quem vive junto primeiro e casa depois.
    O único lado "positivo" do viver junto é que a relação acaba com mais facilidade,sem demoras nem riscos de estar com o parceiro sem querer, pois não existe o sentimento de ter de se respeitar um compromisso sério. Um homem que viveu as duas situações conta que quando vivia junto demorou "apenas" um mês a acabar com a parceira e um ano para pedir o divórcio, já casado.

    Veio numa revista a falar disto e eu escrevi o que me lembrei. É espantoso porque pensei que viver junto era quase o mesmo que estar casado e que se se vivesse junto antes de casar já se conhecia cada um...

    Alguém já viveu isto e sabe se é assim?
    Duvido que tenha sido com a mesma mulher, por isso essa análise vale zero...

    Também já tive namoros que duraram um mês. Estou em união de facto há 2 anos com a mulher com quem comecei a namorar há 4 anos. As pessoas não são as mesmas e eu também já não sou o mesmo.

    As relações não dão ou deixam de dar certo por se ter uma certidão que as oficializa. As relações funcionam ou não, de acordo com a cabeça e os sentimentos das pessoas envolvidas.
    Última edição por RAD : 01-09-07 às 23:27:43

  7. #7
    Piloto de Testes DarkRose's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    Setúbal
    Posts
    2,538

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por RAD Ver Post
    Duvido que tenha sido com a mesma mulher, por isso essa análise vale zero...

    Também já tive namoros que duraram um mês. Estou em união de facto há 2 anos com a mulher com quem comecei a namorar há 4 anos. As pessoas não são as mesmas e eu também já não sou o mesmo.

    As relações não dão ou deixam de dar certo por se ter uma certidão que as oficializa. As relações funcionam ou não, de acordo com a cabeça e os sentimentos das pessoas envolvidas.
    Sim não era com a mesma mulher, claro.
    Claro que cada um é como é. Mas quando uma coisa sucede em alta percentgem é de desconfiar.

  8. #8
    Tarado do Caraças Boxer's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2003
    Localização
    Cascais/Algés
    Posts
    13,068

    Por Defeito

    Eu não gosto de rótulos, acho que as coisas são o que sentimos, e não o que lhes chamamos.
    Conheço "n" casos de casais que vivem "juntos" e até têm filhos, e já lá vão uns bons anos. São muitos felizes assim e têm as vidas plenamente partilhadas com as respectivas famílias.

    Eu não sou fã do casamento enquanto "instituição". Mas acaba por ser uma "necessidade" em relações a longo prazo, sérias. E tem algumas regalias.
    Mas um compromisso, para mim, é sempre um compromisso, chamem-lhe o que chamarem.

  9. #9
    Piloto de Fórmula 1 warmthboy's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2003
    Localização
    De um lado para o outro
    Posts
    15,934

    Por Defeito

    Viver junto para mi é o ideal...n gosto de papelada...

  10. #10
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Dec 2006
    Posts
    5,678

    Por Defeito

    e pa eu nao m posso casar... diz o medico que nao posso ter emoçoes fortes...
    agr a serio, eu axo que o que importa e as pessoas estarem felizes o resto nao importa...cada um sabe de si..
    cumps,,

  11. #11
    GJP
    GJP está offline
    Piloto de Rallye GJP's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2006
    Localização
    Na terra onde passava ferias D. Maria II
    Posts
    11,163

    Por Defeito

    eu concordo com o estudo!

  12. #12
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    10,623

    Por Defeito

    É complicado generalizar porque também as pessoas nao sao iguais.


    Para mim seria mais fidedigno e isto sei que é muito complicado senão impossivel é demonstrar a felicidade numa situação ou noutra.

    Explicando melhor, uma mulher infeliz num casamento para sair dele (terminar) tem burocracia além do aspecto social (casou e já passa a divorciada).

    Uma situação de viver junto se algo corre mal é só terminar.

    Eu acho que o casamento apenas reforça psicologicamente a necessidade de aguentar...porque a sua dissolução tem muita implicação a nivel de familia, social e burocracia.

    Eu penso que quando 1 relação funciona o nome que se dá é irrelevante.

    Agora viver junto permite terminar mais facilmente mas também a pensar assim é porque só se tem alguem por ter e nao se assume compromisso.

  13. #13
    Piloto Lendário PeLeve's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Localização
    Do lado contrário de todo e qualquer aprendiz de Maquiavel, ou do próprio, que muitos há por aí!
    Posts
    67,721

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Pensa-se que é a mesma coisa, mas não é. Num estudo, psicólogos descobriram que viver junto desgasta mais a relação que um casamento.
    A explicação é que um casamento é um compromisso, algo mais sério que é assumido perante família e amigos. Os casais que vivem juntos tem maiores probabilidade de se separarem do que os casados. Viver apenas junto dá a sensação que se está a fazer uma tentativa, do tipo "se der deu, se não paciencia". Em contrapartida, quem decide casar é quem tem a certeza do que sente pelo parceiro, a necessidade de firmar algo mais sólido.
    Está também provado que quem casa logo tem mais probabilidades de a relação dar certo que quem vive junto primeiro e casa depois.
    O único lado "positivo" do viver junto é que a relação acaba com mais facilidade,sem demoras nem riscos de estar com o parceiro sem querer, pois não existe o sentimento de ter de se respeitar um compromisso sério. Um homem que viveu as duas situações conta que quando vivia junto demorou "apenas" um mês a acabar com a parceira e um ano para pedir o divórcio, já casado.

    Veio numa revista a falar disto e eu escrevi o que me lembrei. É espantoso porque pensei que viver junto era quase o mesmo que estar casado e que se se vivesse junto antes de casar já se conhecia cada um...

    Alguém já viveu isto e sabe se é assim?
    Sim, faz sentido.

    Não deveria, mas poderá, de facto, por não haver um "papel escrito", haver um sentimento de menos obrigação, de mais desprendimento na relação, "afinal não somos casados"!

    Sim , de facto percebe-se.

  14. #14
    Piloto de Provas de Perícia ImHoTep's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    711

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    É complicado generalizar porque também as pessoas nao sao iguais.


    Para mim seria mais fidedigno e isto sei que é muito complicado senão impossivel é demonstrar a felicidade numa situação ou noutra.

    Explicando melhor, uma mulher infeliz num casamento para sair dele (terminar) tem burocracia além do aspecto social (casou e já passa a divorciada).

    Uma situação de viver junto se algo corre mal é só terminar.

    Eu acho que o casamento apenas reforça psicologicamente a necessidade de aguentar...porque a sua dissolução tem muita implicação a nivel de familia, social e burocracia.

    Eu penso que quando 1 relação funciona o nome que se dá é irrelevante.

    Agora viver junto permite terminar mais facilmente mas também a pensar assim é porque só se tem alguem por ter e nao se assume compromisso.
    penso exactamente da mesma maneira.

    Alem de que ja houvi noutro estudo feito, que nos casos em que se vive juntos de dividem mais as tarefas do que se se vive-se casado.

    O casamento hoje me dia tambem já pouco vale, conheço um homem que se vai casar pela 3ª vez e diz que agora é a sério...

  15. #15
    Piloto de Testes hifi's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Posts
    4,884

    Por Defeito

    Passei pelas duas situações. Agora estou casado,a sério e de verdade.
    N podia estar + de acordo c esse estudo.
    De resto, n foi agora q essa pólvora foi descoberta.

  16. #16
    RAD
    RAD está offline
    Piloto de Rallye RAD's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Posts
    10,331

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Sim não era com a mesma mulher, claro.
    Claro que cada um é como é. Mas quando uma coisa sucede em alta percentgem é de desconfiar.
    Qual é a dimensão da amostra desse estudo?

  17. #17
    Piloto de Troféu PAKITO's Avatar
    Data de Registo
    May 2006
    Localização
    Atrás de Ti
    Posts
    5,302

    Por Defeito

    estou junto há oito anos e discordo com esse estudo por completo...

    O casamento tem "tendencia" a prender as pessoas

  18. #18
    Piloto de Troféu mmao's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2007
    Localização
    Cidade Templária
    Posts
    7,452

    Por Defeito

    já fui casado uns anos, e agora vivo em união de facto à 3 anos com outra mulher, e sinceramente acho que esse estudo não tem pés nem cabeça, pois tanto pode um casamento dar certo com as pessoas certas, como viver junto.
    acho que apenas tem a ver com a aceitação ou não dos seus compromissos e responsabilidades por parte do casal.
    por viver em união de facto não quer dizer que amanhã, cada um possa ir para o seu lado, pois partilham uma vida em comum e tem que haver aceitação por parte de ambos.
    eu não trato a minha companheira por namorada por não sermos casados, mas sim por esposa, pois não é um papel que vai fazer a diferença, mas considero-a como tal
    cumps.

  19. #19
    Tarado do Caraças Boxer's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2003
    Localização
    Cascais/Algés
    Posts
    13,068

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por mmao Ver Post
    já fui casado uns anos, e agora vivo em união de facto à 3 anos com outra mulher, e sinceramente acho que esse estudo não tem pés nem cabeça, pois tanto pode um casamento dar certo com as pessoas certas, como viver junto.
    acho que apenas tem a ver com a aceitação ou não dos seus compromissos e responsabilidades por parte do casal.
    por viver em união de facto não quer dizer que amanhã, cada um possa ir para o seu lado, pois partilham uma vida em comum e tem que haver aceitação por parte de ambos.
    eu não trato a minha companheira por namorada por não sermos casados, mas sim por esposa, pois não é um papel que vai fazer a diferença, mas considero-a como tal
    cumps.
    Concordo. Para "facilitar", seja namorada ou esposa, e conforme o contexto, costumo referir-me à minha companheira apenas como "a minha mulher".

  20. #20
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Lisboa, , Portugal.
    Posts
    3,009

    Por Defeito

    Eu não concordo nada com esse estudo. Eu vivo junto já ha bastante tempo e gente que se casou quando eu começei a viver junto, está separada, alias, neste momento acho que já não resta ninguem casado, tudo divorciado! O casamento cria a sensação de posse e desleixo pela relação, pelo que vi.

  21. #21
    Zen
    Zen está offline
    Banido Zen's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    6,705

    Por Defeito

    Felizmente são cada vez mais as pessoas que abdicam do uso de mais essa «trela social» do casamento...

  22. #22
    Tarado do Caraças Boxer's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2003
    Localização
    Cascais/Algés
    Posts
    13,068

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Zen Ver Post
    Felizmente são cada vez mais as pessoas que abdicam do uso de mais essa «trela social» do casamento...
    Realmente... vejo muita gente que casa simplesmente porque a família assim o espera, ou porque a sociedade assim o exige. Há mesmo quem se sinta "desconfortável" em viver junto com alguém, por acreditar que está, de certa forma, à margem do que a sociedade dita.
    É uma espécie de etapa "standard" da vida que muita gente faz por fazer.
    Assemelha-se um bocado à ideia de que toda a gente deve tirar um curso superior.

  23. #23
    Chefe de Equipa Alpiger's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2004
    Localização
    Lisboa, Portugal
    Posts
    26,688

    Por Defeito

    Não concordo com o estudo.

    Conheço muitos casais que estão junto á anos e dão-se optimamente e muitos que casaram e já estão divorciados ou a caminho do divorcio.

    Quando temos algo de que gostamos a sabemos que nos pode fugir temos mais cuidado com as nossas acções e atitudes.
    O mesmo não se passa quando está garantido.

  24. #24
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Lisboa, , Portugal.
    Posts
    3,009

    Por Defeito

    O Garantido sempre foi relativo...

  25. #25
    Zen
    Zen está offline
    Banido Zen's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    6,705

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Boxer Ver Post
    Realmente... vejo muita gente que casa simplesmente porque a família assim o espera, ou porque a sociedade assim o exige. Há mesmo quem se sinta "desconfortável" em viver junto com alguém, por acreditar que está, de certa forma, à margem do que a sociedade dita.
    É uma espécie de etapa "standard" da vida que muita gente faz por fazer.
    Assemelha-se um bocado à ideia de que toda a gente deve tirar um curso superior.
    Nem mais.

    Pré-formatação psico-social para uso das massas.

  26. #26
    Piloto de Troféu Grolubao's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Almada, Portugal
    Posts
    6,038

    Por Defeito

    E por ventura não veio nesse estudo a carga de trabalhos que é separarem-se quando são casados em oposição a quando vivem juntos?

  27. #27
    Piloto de Fórmula 1
    Data de Registo
    Jun 2004
    Posts
    19,630

    Por Defeito

    Tenho MBA nessas coisas, já vivi junto (com e sem casamento depois) e já vou no 2º casamento LOLOL

    se tiverem dúvidas apitem

  28. #28
    Piloto de Testes Ment0r's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    .labúteS
    Posts
    2,632

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DarkRose Ver Post
    Pensa-se que é a mesma coisa, mas não é. Num estudo, psicólogos descobriram que viver junto desgasta mais a relação que um casamento.
    A explicação é que um casamento é um compromisso, algo mais sério que é assumido perante família e amigos. Os casais que vivem juntos tem maiores probabilidade de se separarem do que os casados. Viver apenas junto dá a sensação que se está a fazer uma tentativa, do tipo "se der deu, se não paciencia". Em contrapartida, quem decide casar é quem tem a certeza do que sente pelo parceiro, a necessidade de firmar algo mais sólido.
    Está também provado que quem casa logo tem mais probabilidades de a relação dar certo que quem vive junto primeiro e casa depois.
    O único lado "positivo" do viver junto é que a relação acaba com mais facilidade,sem demoras nem riscos de estar com o parceiro sem querer, pois não existe o sentimento de ter de se respeitar um compromisso sério. Um homem que viveu as duas situações conta que quando vivia junto demorou "apenas" um mês a acabar com a parceira e um ano para pedir o divórcio, já casado.

    Veio numa revista a falar disto e eu escrevi o que me lembrei. É espantoso porque pensei que viver junto era quase o mesmo que estar casado e que se se vivesse junto antes de casar já se conhecia cada um...

    Alguém já viveu isto e sabe se é assim?
    Discordo completamente!

    Vivo junto há 3 anos num namoro que dura à 6. Simplesmente como não temos pais ricos nem com capacidade para "patrocinar" um casamento levamos a nossa vida assim. Não nos passa pela cabeça fazer um casamento a crédito só para alimentar fogueiras de vaidades. Temos outras prioridades. Levamos uma vida tal e qual como se fossemos casados, não estou a ver o que assinar um papel iria alterar na nossa vida.
    Quantos casais se separam, pois só se conheceram a fundo depois de casar e de começar a partilhar o mesmo tecto?

    Ver o que dá?? Eu nunca me juntaria com ninguém para ver o que dá! Acho que é um passo que tem de ser dado conscientemente e sem dúvidas.
    Até porque, mesmo sem tar casado, a casa está em nome dos 2!

    É claro que isto é uma questão muito subjectiva, que depende muito da personalidade e valores de cada um.

  29. #29
    Chefe de Equipa Alpiger's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2004
    Localização
    Lisboa, Portugal
    Posts
    26,688

    Por Defeito

    Em Portugal vive-se muito o mito do casamento.

    É ver pessoas de parcos recursos a gastarem o que tem e o que por vezes não tem só para encher a pança aos outros e ficarem bem na fotografia social.
    Por vezes ouço conversas de valores de casamentos que roçam o imaginario ou o astronomico.
    Para quê?

    Tenho uma situação conhecida em que os pais de ambos contrairam um emprestimo para o casamento dos filhos.
    Passado 1 ano estes separaram-se, o casamento acabou mas as dividas ficaram.

  30. #30
    Piloto de Testes sleepl's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    1,055

    Por Defeito

    Eu penso que tudo depende se o casal quer ou não o casamento! Quem pensa de uma forma ou de outra? Aquelas pessoas que acreditam que o casamento é para toda a vida e olham de canto para o divórcio por norma não aceitam viver juntos e casam-se. Por isso estes vão fazer sacrifícios para manter a relação. Estão aqui a maior parte dos religiosos e isto aparentemente vai fazer com que estes estudos tenham tendência a dizer que o casamento é muito bom. Neste lado estão aqueles maridos e mulheres exemplares que no entanto fazem uns serviços por fora. Quem é mais liberal e não vê necessidade num casamento se calhar também olha mais para a qualidade de vida e não tem preconceitos em terminar a relação se for necessário. Estes são aqueles que romperão mais relações. Assim o estudo fica manchado para este lado.
    A minha opinião é de que não interessa segurar relações com casamentos. Só dá certo se o casal se compreender mutuamente e acho contraproducente fazerem-se casamentos para segurar relações. Contrariando (aparentemente) tudo o que disse até agora, eu sou daqueles que tenciona constituir família e casar-se. Penso que para a minha mentalidade é o mais certo e que de certa forma será uma "segurança" para um futuro filho, mas apenas a nível social.
    No entanto tenho uma amiga (criada comigo) cujos pais não estão casados e ela até agora ainda não sofreu com isso. Daí que o meu "medo" se calhar nem tem fundamento... Mas porque estamos todos intoxicados pelos costumes da sociedade eu prefiro não passar por isto.
    A verdade é que o casamento é um passo muito importante na nossa sociedade para a "oficialização" das coisas. O facto de eu assinar um contrato com a minha cara metade não me impede de o quebrar se achar que é preciso. Se bem que é dos mais difíceis de revogar. Também só me caso se souber que é isso que quero. Conclusão: se pensarmos bem, viver juntos ou casar vai tudo ter ao mesmo quando existe amor. Quando não existe se calhar é melhor viver junto. Ou então não!

Página 1 de 2 12 ÚltimaÚltima

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.