os subsidios da função publica - Página 10
 Rede MPL:
Página 10 de 12 PrimeiraPrimeira ... 91011 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 271 para 300 de 349
Like Tree154Likes

Título: os subsidios da função publica

  1. #271
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2013
    Posts
    169

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por xiko Ver Post
    Não se percebe? Olha que até se percebe muito bem, dá sempre um jeitaço contratar um serviço à empresa X que é do primo do amigo do cunhado do Sr. Y, mesmo que se tenha na empresa funcionários com capacidade para fazer o mesmo....

    Isto tem ocorrido em imensas empresas publicas que acabam por ficar com excedentários porque pura e simplesmente se contratou a empresas privadas serviços que antes eram assegurados por eles.

    O problema da maioria das empresas publicas não reside nos funcionários que lá trabalham, é normalmente fruto de gestores nomeados às temporadas que apenas as ajudam a afundar, de cada vez que há eleições são substituidos por outros com uma agenda diferente e que normalmente aproveitavam igualmente para lá meter mais uns conhecidos. Essa situação está agora suspensa, pelo menos essa, o que já não é mau de todo...

    Na maioria dos casos o estado tem prata da casa suficiente e com qualidade para desempenhar as funções, é opção própria do gestor que se subcontrate a terceiros essas tarefas. O próprio estado o incentivava.
    Ora aí está...
    Peste gosta disto.


  2. #272
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2013
    Posts
    169

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MPFer Ver Post
    Ta bem..entretanto vou dizer ao meu patrão se não se importa que comece a trabalhar umas horitas a menos. So não fazem se não quiserem?? enfim..isso é um autentico disparate.
    Um sistema igual ao da ADSE que sustente toda a família fica por milhares de euros anuais meu amigo. È abslolutamente insultuoso sequer referir isto.
    Isto da ADSE não é bem como todos pensam, mas sem me alongar muito, pois esta conversa de funcionalismo publico VS privado é precisamente o que os governantes querem que aconteça, assim à laia do futebol para despistar um pouco as atenções que podiam e deviam recaír naquilo que fazem ou deviam fazer... estou lá à 24 anos e casado à 12 anos e a minha esposa não tem direito a este subsistema de saúde... ponto final.
    crosswind gosta disto.

  3. #273
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2013
    Posts
    169

    Por Defeito

    Ah... para os mais incautos" em 24 anos trabalhei sempre em prol de melhorar vidas de pessoas (deficientes com paralisia cerebral) fazer com que se sentissem bem com eles proprios, percorri alguns países na defesa da nossa bandeira - sempre com optimos resultados - contribui de facto para a melhoria/qualidade de vida desses atletas, foi sempre o que me motivou, trabalhava e estava ao dispor 24h por dia... eh... nunca recebi horas extras e pior que tudo... fui sempre o "parente" pobre no meio disto tudo, pois eu treinava-os e tratava de todos os seus AVDs mas os subsidios vinham para os outros...

    Tive desgaste sim, à conta disso - estive à pouco tempo internado por doença grave - tenho a minha cervical envelhecida e outros problemas, estou farto/cansado de tantas chefias e organizações que não nos agradecem coisa nenhuma (por nos dedicar-mos com a força de todo o nosso ser) e chego a esta altura da vida e aquilo que ganhei é a desconfiança e pressões constantes dos nossos proprios colegas, pois todos temos que nos desenrascar para cumprir objetivos que ainda por cima não sabemos muito bem quais são... nunca em 24 anos meti uma baixa médica - inclusivé cheguei a meter dias das minhas férias para ser operado e ficar em recuperação durante uma semana - até hoje que fui "apanhado" por uma neoplasia!

    E agora não sei qual vai ser o meu futuro e o de todos os fp, pois é nisto que vivemos todos os dias... na incerteza, ao contrario da certeza que eu tinha daquilo que fiz durante quase toda a minha vida...
    Peste e crosswind gostam disto.

  4. #274
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere inbetween
    Posts
    9,011

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Aenf2 Ver Post
    Ja questiamos varias vezes isso mesmo, porque nao podem trabalhar por turnos como nós? Mas todos sabemos que nao existem tantos médicos como a outras classes. Nao são suficientes para poderem formar equipas rotativas por turnos. Eu penso, e pelo que a administração já começa a verificar que o lobbie medico ja nao é o que era. Saem cada vez mais médicos por ano e até ja começam a ter alguma dificuldade em encontrar campos de estagio (para especialidade) adequados. Dou-te um exemplo: a 3/4 anos so via 2 a 3 internos numa UCI e agora andam aos 7e8 pois nao os conseguem distribuir.
    Agora surge outra questão com isto.. Que raio de formação vão eles ter nestes internatos em que andam lá aos montes e ninguém lhes liga? Chego ao cumulo de muitas vezes ser eu... A ensinar-lhes técnicas medicas


    Outra coisa.. Fui a um seminário com o Ministro da Saúde, e pasmem-se.. Alguns Médicos chegam a receber 300% por hora. Palavras dele e não minhas.
    Então mas....não era Portugal que tinha mais capacidade para formar médicos e só não o fazia/faz por causa do lobo, perdão lobby?

  5. #275
    Piloto de Kart Aenf2's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2013
    Posts
    365

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    Então mas....não era Portugal que tinha mais capacidade para formar médicos e só não o fazia/faz por causa do lobo, perdão lobby?
    E tem sim capacidade, o grande problema é o facto de nao quererem sair do centro e deste modo a periferia fica em desvantagem no que se refere a internatos. Ja agora e foi algo muito bem questionado ao senhor ministro da saúde.. Porque nao os privados começarem a pagar os internatos dos médicos? E assim eles também fariam internato no privado? Eles enquanto fazem a especialidade ja são médicos correcto... Mas nao são independentes e ganham tanto ou mais que muitos de nos. Somos todos nós que pagamos a formação deles após o ano comum. E muito bem paga

    Ja agora, tens alguma duvida que se nao existem mais médicos e estes nao estão ao nível das outras classes profissionais, conseguindo até a bem pouco tempo "travar" o excesso de formação de médicos foi graças a uma OM e sindicato excepcional? O problema é que agora além dos contigentes gerais, as faculdades foram obrigadas a abrir vagas para concurso especial, universidades só ara licenciados (uma luta da qual eles nao conseguiram travar).
    Última edição por Aenf2 : 26-04-13 às 18:28:20

  6. #276
    Piloto de Testes Peste's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2004
    Localização
    Não estou cá. Ficaram ofendidos.
    Posts
    4,458

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por xiko Ver Post
    Acrescentando à história e em jeito de confirmação, parece de propósito mas a noticia saiu mesmo hoje no Jornal de Negocios...

    É deliberado pelo governo que algumas empresas públicas não tenham lucro... Aliás esta medida vai só afectar as que têm lucro mas mais ainda as que já têm prejuízo, como é o caso do porto de Lisboa....



    Tal como é noticiado, TALVEZ fosse boa ideia perceber como é que tendo as taxas portuárias descido 20% apenas se reflectiu 3 a 4% na factura portuária!! A incidência principal continua a ser em baixar as mesmas taxas, quando na realidade quem efectivamente podia baixar significativamente as tarifas o que faz é aproveitar para as subir, aproveita a descida das taxas das AP's para aumentar as suas e/ou não descer de forma a que no cliente final quase não se faz sentir...

    Depois as empresas publicas têm prejuízo? Claro, é obrigatório !
    Isso é sintoma da baixa qualidade do ensino de gestão em Portugal. E é transversal aos sectores público e privado, seja qual for a razão (equivalências, cunhas, favores aos jotinhas, etc) a realidade é que, esta é uma das áreas de referencia nos países nórdicos, onde se ensina Gestão e não gestãozinhade de merceeiro como cá.

    Isto muda tudo, desde a qualidade das empresas, a qualidade dos ministros, dos secretários de estados e dos secretários de estados adjuntos (ufa), mas também a mentalidade da sociedade civil e conduz a resultados obviamente diferentes. E é incrível, a mediocridade generalizada neste campo, dentro de um país onde cada vez mais, a função perde credibilidade (já vi um anuncio de emprego onde se chamava gestor, a fiel de armazém). É urgente mudar isto, porque é uma função demasiado importante para ser "comprada" ou "oferecida" assim. Não é gestor quem quer, mas quem sabe e estes ficam sempre prejudicados pela turba mal criada e mal educada (e mal formada), que pode comprar formação, como quem compra um saco de cebolas.
    xiko gosta disto.

  7. #277
    Piloto de Testes crosswind's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2013
    Localização
    away
    Posts
    1,875

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ka97 Ver Post
    Ah... para os mais incautos" em 24 anos trabalhei sempre em prol de melhorar vidas de pessoas (deficientes com paralisia cerebral) fazer com que se sentissem bem com eles proprios, percorri alguns países na defesa da nossa bandeira - sempre com optimos resultados - contribui de facto para a melhoria/qualidade de vida desses atletas, foi sempre o que me motivou, trabalhava e estava ao dispor 24h por dia... eh... nunca recebi horas extras e pior que tudo... fui sempre o "parente" pobre no meio disto tudo, pois eu treinava-os e tratava de todos os seus AVDs mas os subsidios vinham para os outros...

    Tive desgaste sim, à conta disso - estive à pouco tempo internado por doença grave - tenho a minha cervical envelhecida e outros problemas, estou farto/cansado de tantas chefias e organizações que não nos agradecem coisa nenhuma (por nos dedicar-mos com a força de todo o nosso ser) e chego a esta altura da vida e aquilo que ganhei é a desconfiança e pressões constantes dos nossos proprios colegas, pois todos temos que nos desenrascar para cumprir objetivos que ainda por cima não sabemos muito bem quais são... nunca em 24 anos meti uma baixa médica - inclusivé cheguei a meter dias das minhas férias para ser operado e ficar em recuperação durante uma semana - até hoje que fui "apanhado" por uma neoplasia!

    E agora não sei qual vai ser o meu futuro e o de todos os fp, pois é nisto que vivemos todos os dias... na incerteza, ao contrario da certeza que eu tinha daquilo que fiz durante quase toda a minha vida...
    Parabéns por desempenhar tal função, se é que se pode chamar assim, será sim mais um gesto tão nobre que é dar um pouco de nós para que os que mais precisam possam esboçar um sorriso.
    Desejo lhes as mais sinceras melhoras.

  8. #278
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere inbetween
    Posts
    9,011

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Aenf2 Ver Post
    E tem sim capacidade, o grande problema é o facto de nao quererem sair do centro e deste modo a periferia fica em desvantagem no que se refere a internatos. Ja agora e foi algo muito bem questionado ao senhor ministro da saúde.. Porque nao os privados começarem a pagar os internatos dos médicos? E assim eles também fariam internato no privado? Eles enquanto fazem a especialidade ja são médicos correcto... Mas nao são independentes e ganham tanto ou mais que muitos de nos. Somos todos nós que pagamos a formação deles após o ano comum. E muito bem paga

    Ja agora, tens alguma duvida que se nao existem mais médicos e estes nao estão ao nível das outras classes profissionais, conseguindo até a bem pouco tempo "travar" o excesso de formação de médicos foi graças a uma OM e sindicato excepcional? O problema é que agora além dos contigentes gerais, as faculdades foram obrigadas a abrir vagas para concurso especial, universidades só ara licenciados (uma luta da qual eles nao conseguiram travar).
    Já dei para esse peditório nos numerosos tópicos acerca do assunto. Pelos vistos serve os desígnios da maioria, por mim tudo bem...agora sempre que apanho uma queixa do género, vou ter de brincar um bocado

  9. #279
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2013
    Posts
    169

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por crosswind Ver Post
    Parabéns por desempenhar tal função, se é que se pode chamar assim, será sim mais um gesto tão nobre que é dar um pouco de nós para que os que mais precisam possam esboçar um sorriso.
    Desejo lhes as mais sinceras melhoras.
    Obrigado crosswind... neste momento bem preciso dela, mas a intenção não é essa mas sim alertar para as mentes menos "poluídas" que devia-mos lutar todos/unir forças pelos mesmos objectivos, eu quero lá saber da função publica, podia ter saído em qualquer altura uma das vezes não me deixaram, pois fazia falta... e digo já que não me importo nada que fiquemos todos com os mesmos direitos, mas atenção... com todos os mesmos direitos e deveres também e aquelas "falcatruas" que muitos daqueles que trabalham no privado fazem sejam denunciados e - repito - fiquemos todos com os mesmos direitos e deveres... sim... o Portuga esquece muito quando se fala de deveres civicos...
    Sansoni7, miguelmaia and crosswind like this.

  10. #280
    Piloto de Kart Aenf2's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2013
    Posts
    365

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    Já dei para esse peditório nos numerosos tópicos acerca do assunto. Pelos vistos serve os desígnios da maioria, por mim tudo bem...agora sempre que apanho uma queixa do género, vou ter de brincar um bocado
    onde me viste queixar? Constatei a realidade que conheço

  11. #281
    Piloto de Testes Peste's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2004
    Localização
    Não estou cá. Ficaram ofendidos.
    Posts
    4,458

    Por Defeito

    Não sei se sabem, mas além da saúde onde se labora por 24 horas ou mais, existem outros serviços de laboração contínua, pois não podem falhar. Desde o trabalho das forças de segurança, ao manter funcionais das infraestruturas criticas. E sem todos estes serviços a funcionar não haveria energia, policia ou cuidados médicos.

    Se deixarmos de pagar o esforço e dedicação de quem trabalha até 48h ininterruptamente, com base no argumento de que "eles dormem", deixaremos de ter agua, luz, segurança, cuidados médicos, estradas e um sem numero de outros serviços. A vida não é uma festa constante de directas e bebedeiras numa discoteca ou pub e talvez seja boa ideia saírem do mundo de fadas onde vivem e ter algum contacto com a realidade.
    Sansoni7 gosta disto.

  12. #282
    Piloto de Kart Aenf2's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2013
    Posts
    365

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Peste Ver Post
    Não sei se sabem, mas além da saúde onde se labora por 24 horas ou mais, existem outros serviços de laboração contínua, pois não podem falhar. Desde o trabalho das forças de segurança, ao manter funcionais das infraestruturas criticas. E sem todos estes serviços a funcionar não haveria energia, policia ou cuidados médicos.

    Se deixarmos de pagar o esforço e dedicação de quem trabalha até 48h ininterruptamente, com base no argumento de que "eles dormem", deixaremos de ter agua, luz, segurança, cuidados médicos, estradas e um sem numero de outros serviços. A vida não é uma festa constante de directas e bebedeiras numa discoteca ou pub e talvez seja boa ideia saírem do mundo de fadas onde vivem e ter algum contacto com a realidade.

    Eu até acho muito bem que descansem. Prefiro isso e que depois estejam capazes de efectuar o seu trabalho sem colocar o paciente em risco. E isto serve para todas as outras áreas profissionais

    Concordo inteiramente com o seu comentário
    Peste gosta disto.

  13. #283
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Peste Ver Post
    Não sei se sabem, mas além da saúde onde se labora por 24 horas ou mais, existem outros serviços de laboração contínua, pois não podem falhar. Desde o trabalho das forças de segurança, ao manter funcionais das infraestruturas criticas. E sem todos estes serviços a funcionar não haveria energia, policia ou cuidados médicos.

    Se deixarmos de pagar o esforço e dedicação de quem trabalha até 48h ininterruptamente, com base no argumento de que "eles dormem", deixaremos de ter agua, luz, segurança, cuidados médicos, estradas e um sem numero de outros serviços. A vida não é uma festa constante de directas e bebedeiras numa discoteca ou pub e talvez seja boa ideia saírem do mundo de fadas onde vivem e ter algum contacto com a realidade.
    Ganha juízo.... Quem é que labora 24h ou 48h seguidas, em regime contínuo?! Já ouviste falar de turnos rotativos, ou não te ensinaram isso na escola de gestão?!
    CarlosL gosta disto.

  14. #284
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere inbetween
    Posts
    9,011

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Ganha juízo.... Quem é que labora 24h ou 48h seguidas, em regime contínuo?! Já ouviste falar de turnos rotativos, ou não te ensinaram isso na escola de gestão?!
    A classe médica a nível mundial. Só recentemente houve alterações nalguns países em relação à carga horária.

    Deixo dois links interessantes:

    Why Do Doctors Work Such Long Hour Shifts?

    Why are some Hamilton resident doctors working 24 hour hospital shifts? - Health - CBC News

  15. #285
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    A classe médica a nível mundial. Só recentemente houve alterações nalguns países em relação à carga horária.

    Deixo dois links interessantes:

    Why Do Doctors Work Such Long Hour Shifts?

    Why are some Hamilton resident doctors working 24 hour hospital shifts? - Health - CBC News
    Olhando muito rapidamente aos teus links, já para não referir isto:

    Robyn Bresnahan: I understand you're actually about to start a 24 hour shift. How do you feel about that?
    JD: We do know from the medical literature that the 24 hour shift is a challenge for residents and can risk patient safety in some ways. Certainly, I’m in pediatrics and my eight-year-old patients can tell you that a 24-hour shift defies common sense and that a performance towards the end of a 24-hour shift probably isn’t optimal. We know that diagnostic errors, medication errors, needle stick injuries and car accidents on the way home are all more common with 24-hour shifts.
    Basta olhar como fugiu à questão do dormir:

    RB: When you work a 24-hour shift, you go into it…you’ve had how much sleep?
    JD: We try to be as well rested as we can before the start of a 24-hour shift.
    Continuo à espera de quem trabalhe 24h ou 48h seguidas, continuamente.
    Última edição por air : 26-04-13 às 21:35:06

  16. #286
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Feb 2013
    Posts
    169

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Olhando muito rapidamente aos teus links, para não referir isto:



    Basta olhar como fugiu à questão do dormir:



    Continuo à espera de quem trabalhe 24h ou 48h seguidas, continuamente.
    Já trabalhei eu, mas é claro que me deitava para dormir só que tinha que estar quase sempre desperto, pois a meio da noite acordava com... ..."Quero fazer xixi"... às vezes era bem pior
    air e crosswind gostam disto.

  17. #287
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere inbetween
    Posts
    9,011

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Olhando muito rapidamente aos teus links, já para não referir isto:



    Basta olhar como fugiu à questão do dormir:



    Continuo à espera de quem trabalhe 24h ou 48h seguidas, continuamente.
    Não percebi a dúvida. A pergunta foi: Quanto tempo descança antes de começar o turno?

    We try to be as well rested as we can before the start of a 24-hour shift
    Mas se há dúvidas que se fazem 24h sem fechar os olhos podes ler o resto, se mesmo assim não acreditas nos estranjeiros, também não vai ser o tuga a evangelizar

  18. #288
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    Não percebi a dúvida. A pergunta foi: Quanto tempo descança antes de começar o turno?

    Mas se há dúvidas que se fazem 24h sem fechar os olhos podes ler o resto, se mesmo assim não acreditas nos estranjeiros, também não vai ser o tuga a evangelizar
    Eu devo ser mesmo fraco, porque pelos vistos sou pouco resistente... Não disse que é impossível trabalhar 24h seguidas, mas o próprio médico diz:

    We know that diagnostic errors, medication errors, needle stick injuries and car accidents on the way home are all more common with 24-hour shifts.
    É lógico que uma operação longa exige muitas horas seguidas de trabalho, mas isso deveria ser uma excepção e não a regra. A razão dos turnos de 24h não é técnica, mas sim económica (para os médicos)!

  19. #289
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Mar 2005
    Localização
    Somewhere inbetween
    Posts
    9,011

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Eu devo ser mesmo fraco, porque pelos vistos sou pouco resistente... Não disse que é impossível trabalhar 24h seguidas, mas o próprio médico diz:



    É lógico que uma operação longa exige muitas horas seguidas de trabalho, mas isso deveria ser uma excepção e não a regra. A razão dos turnos de 24h não é técnica, mas sim económica (para os médicos)!
    Não me viste dizer que qualidade vai ser a mesma depois das 16h, porque não é.

    Em relação ao porquê dos turnos de 24h. Tens várias razões: lobby mundial dos médicos, trabalhar até morrer ou matar é o seu lema; tradição, formação, a apregoada economia (parece que há quem poupe dinheiro com turnos tão longos) e outros haverão.

    A verdade é que mundialmente se fazem turnos de 24h (apesar de errado, como demonstram os estudos) com ou sem uma passagem pelas "brasas".

  20. #290
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    Não me viste dizer que qualidade vai ser a mesma depois das 16h, porque não é.

    Em relação ao porquê dos turnos de 24h. Tens várias razões: lobby mundial dos médicos, trabalhar até morrer ou matar é o seu lema; tradição, formação, a apregoada economia (parece que há quem poupe dinheiro com turnos tão longos) e outros haverão.

    A verdade é que mundialmente se fazem turnos de 24h (apesar de errado, como demonstram os estudos) com ou sem uma passagem pelas "brasas".
    Pensamos então de maneira similar. Eu não sou dos que pensa que "lá fora é que é", até porque já vi que lá fora não são assim tão diferentes.

  21. #291
    Piloto de Testes Peste's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2004
    Localização
    Não estou cá. Ficaram ofendidos.
    Posts
    4,458

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Ganha juízo.... Quem é que labora 24h ou 48h seguidas, em regime contínuo?!
    É um tema interessantíssimo.


    Já ouviste falar de turnos rotativos
    Sim já.


    , ou não te ensinaram isso na escola de gestão?
    Por acaso não era uma escola de gestão.

  22. #292
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Tanta parra e tão pouca uva.

  23. #293
    Chefe de Equipa
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    charneira anti-lápis vermelho
    Posts
    25,323

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por air Ver Post
    Continuo à espera de quem trabalhe 24h ou 48h seguidas, continuamente.
    Vou-te contar o meu último banco de urgência.

    Entrada: 7h58.

    Fiquei a atender em balcão, urgência cheia, tinha sempre 5 ou 6 em espera, até às cerca das 13h. Pausa para almoço e retornei ao SU às 13h40 (dei graças a Deus pela fila na cantina me ter mantido afastado mais tempo).

    Pelas 15h20 apareceu-me um velhote que acabou por ter que ser levado de emergência para o bloco.

    A cirurgia começou algum tempo depois e estendeu-se até às 20h40, com alguns momentos roller coster pelo meio. Não era um velhote fácil e estavam a chamar por ele do outro lado. E 4 gajos deste lado a puxá-lo para cá.

    Fui jantar (infelizmente já não restava muita escolha na cantina àquela hora). Às 22h fui ao recobro dar um check no meu velhote, discussão do caso pela equipa, ajustei a terapêutica, actualizei os registos. Regressei ao balcão de atendimento pelas 23h10, onde estive até à meia-noite.

    Fui rendido e até podia descansar até às 3h (a loucura!) porque só estava de "vela" (que é ficar a receber/atender na madrugada mais profunda, enquanto a outra parte da equipa fica de prevenção/on call) a partir dessa hora (e até ao final do banco às 8h).

    Mas o meu velho não me deixou dormir no confortável sofá da sala dos médicos...estavam a telefonar-me às 1h15...estava em paragem (cardíaca).

    Lá fui a correr, lá se conseguiu estabilizar o homem. Pelas 2h30 pude regressar ao meu sofá, ainda tinha aquela adrenalina a correr em mim.

    Voltei para o atendimento pelas 3h e felizmente só apareceram 4 novos doentes até ao final do banco e nenhum para internar (até pude voltar pelas 5h para ver o meu velho, felizmente na altura a descansar com um ECG lindo e (já) não isoeléctrico).

    Saída de mim e no meu dedo: 8h26 (passar o banco à equipa seguinte demora mais do que queremos).

    Se calhar, não sei mas diz-me tu, não trabalhei continuamente durante 24h pois não?

    Trabalhei por turnos rotativos

    Acresce que, por azar do alinhamento alastral, às 9h estava no serviço (que fica noutro local/unidade) a apresentar um trabalho na sessão clínica semanal.

    9h45, depois de alguns elogios e críticas na discussão, pude ir para casa porque o meu chefe até é um tipo porreiro.

    10h15 estava a estacionar o carro. Entrei em casa, dei uma festa no meu cão e ele olhou para mim a pedir passeio. E eu olhei para ele a pedir cama. E ele virou-me o pêlo e foi-se enroscar a apanhar o sol da manhã junto à varanda. Felizmente pude comer o pequeno-almoço que a minha namorada tinha deixado preparado antes de ir trabalhar. Já não a via há 26h e só a veria por dali a mais 8 ou mais horas.

    10h30 um torpedo (eu) caía na cama.

    Só me lembro de acordar já eram quase 19h e o dia estava a terminar.
    Última edição por Andre : 26-04-13 às 23:06:20
    miguelmaia, ka97 and crosswind like this.

  24. #294
    Piloto de Testes Peste's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2004
    Localização
    Não estou cá. Ficaram ofendidos.
    Posts
    4,458

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por tonyV Ver Post
    A classe médica a nível mundial. Só recentemente houve alterações nalguns países em relação à carga horária.

    Deixo dois links interessantes:

    Why Do Doctors Work Such Long Hour Shifts?

    Why are some Hamilton resident doctors working 24 hour hospital shifts? - Health - CBC News
    Além desses, também temos os militares, certos grupos de manutenção em infraestruturas criticas e algumas forças policiais a quem é exigido que o façam ocasionalmente.

  25. #295
    Piloto de Troféu XlPower's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2004
    Localização
    Num carro trihibrido, gasolina, eléctrico e GPL.
    Posts
    7,565

    Por Defeito

    E continuam com o choradinho...
    Há profissões dificeis no sector público, não digo que não. Mas é no sector privado que estão a maior parte das profissões mais desgastantes. Pescadores, agricultores, trabalhadores da construção civil, operários fabris. Mesmo trabalhadores por conta própria, aqueles que têm pequenos negócios como cafés, muitas vezes têm que trabalhar muitas horas diárias para poder manter o negócio.
    E continuo a dizer, com menos salário em média, e com menos regalias e direitos. No sector privado, o trabalhador tem que aceitar muita coisa, senão corre o risco de ir para o olho da rua. Por mais que vocês queiram comparar, não é a mesma coisa.
    Sharkizgreat gosta disto.

  26. #296
    air
    air está offline
    Piloto Veterano air's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Porto/Aveiro
    Posts
    21,557

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Andre Ver Post
    Vou-te contar o meu último banco de urgência.

    Entrada: 7h58.

    Fiquei a atender em balcão, urgência cheia, tinha sempre 5 ou 6 em espera, até às cerca das 13h. Pausa para almoço e retornei ao SU às 13h40 (dei graças a Deus pela fila na cantina me ter mantido afastado mais tempo).

    Pelas 15h20 apareceu-me um velhote que acabou por ter que ser levado de emergência para o bloco.

    A cirurgia começou algum tempo depois e estendeu-se até às 20h40, com alguns momentos roller coster pelo meio. Não era um velhote fácil e estavam a chamar por ele do outro lado. E 4 gajos deste lado a puxá-lo para cá.

    Fui jantar (infelizmente já não restava muita escolha na cantina àquela hora). Às 22h fui ao recobro dar um check no meu velhote, discussão do caso pela equipa, ajustei a terapêutica, actualizei os registos. Regressei ao balcão de atendimento pelas 23h10, onde estive até à meia-noite.

    Fui rendido e até podia descansar até às 3h (a loucura!) porque só estava de "vela" (que é ficar a receber/atender na madrugada mais profunda, enquanto a outra parte da equipa fica de prevenção/on call) a partir dessa hora (e até ao final do banco às 8h).

    Mas o meu velho não me deixou dormir no confortável sofá da sala dos médicos...estavam a telefonar-me às 1h15...estava em paragem (cardíaca).

    Lá fui a correr, lá se conseguiu estabilizar o homem. Pelas 2h30 pude regressar ao meu sofá, ainda tinha aquela adrenalina a correr em mim.

    Voltei para o atendimento pelas 3h e felizmente só apareceram 4 novos doentes até ao final do banco e nenhum para internar (até pude voltar pelas 5h para ver o meu velho, felizmente na altura a descansar com um ECG lindo e (já) não isoeléctrico).

    Saída de mim e no meu dedo: 8h26 (passar o banco à equipa seguinte demora mais do que queremos).

    Se calhar, não sei mas diz-me tu, não trabalhei continuamente durante 24h pois não?

    Trabalhei por turnos rotativos

    Acresce que, por azar do alinhamento alastral, às 9h estava no serviço (que fica noutro local/unidade) a apresentar um trabalho na sessão clínica semanal.

    9h45, depois de alguns elogios e críticas na discussão, pude ir para casa porque o meu chefe até é um tipo porreiro.

    10h15 estava a estacionar o carro. Entrei em casa, dei uma festa no meu cão e ele olhou para mim a pedir passeio. E eu olhei para ele a pedir cama. E ele virou-me o pêlo e foi-se enroscar a apanhar o sol da manhã junto à varanda. Felizmente pude comer o pequeno-almoço que a minha namorada tinha deixado preparado antes de ir trabalhar. Já não a via há 26h e só a veria por dali a mais 8h.

    10h30 um torpedo (eu) caía na cama.

    Só me lembro de acordar já eram quase 19h e o dia estava a terminar.
    E é assim todos os turnos? Mas se é para puxar histórias pessoais, também posso falar de conhecidos médicos que afirmam dizer aos enfermeiros para apenas os acordarem à noite caso algo grave aconteça... E depois até diziam que bastava fazerem isto 2 vezes numa semana e ficavam com o resto do tempo para o privado.

    E agora diz-me tu, que és da área, porque não fazer turnos? Vais-me dizer que alguém ao fim de 24h de trabalho está com a mesma capacidade de alguém que está ao fim de 8h?

    É que uma coisa é ser segurança, que o difícil é não adormecer nas 12h de turno. Outra é ter a vida de pessoas nas suas mãos ao fim de 24h sem pregar olho. E como disse, se fazem isso um dia, longe de serem todos assim.

    Mas eu queria apenas dar um pequeno exemplo de algo que não tem a mínima lógica técnica, não queria ferir susceptibilidades.

  27. #297
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Oct 2004
    Posts
    6,454

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Andre Ver Post
    Vou-te contar o meu último banco de urgência.

    Entrada: 7h58.

    Fiquei a atender em balcão, urgência cheia, tinha sempre 5 ou 6 em espera, até às cerca das 13h. Pausa para almoço e retornei ao SU às 13h40 (dei graças a Deus pela fila na cantina me ter mantido afastado mais tempo).

    Pelas 15h20 apareceu-me um velhote que acabou por ter que ser levado de emergência para o bloco.

    A cirurgia começou algum tempo depois e estendeu-se até às 20h40, com alguns momentos roller coster pelo meio. Não era um velhote fácil e estavam a chamar por ele do outro lado. E 4 gajos deste lado a puxá-lo para cá.

    Fui jantar (infelizmente já não restava muita escolha na cantina àquela hora). Às 22h fui ao recobro dar um check no meu velhote, discussão do caso pela equipa, ajustei a terapêutica, actualizei os registos. Regressei ao balcão de atendimento pelas 23h10, onde estive até à meia-noite.

    Fui rendido e até podia descansar até às 3h (a loucura!) porque só estava de "vela" (que é ficar a receber/atender na madrugada mais profunda, enquanto a outra parte da equipa fica de prevenção/on call) a partir dessa hora (e até ao final do banco às 8h).

    Mas o meu velho não me deixou dormir no confortável sofá da sala dos médicos...estavam a telefonar-me às 1h15...estava em paragem (cardíaca).

    Lá fui a correr, lá se conseguiu estabilizar o homem. Pelas 2h30 pude regressar ao meu sofá, ainda tinha aquela adrenalina a correr em mim.

    Voltei para o atendimento pelas 3h e felizmente só apareceram 4 novos doentes até ao final do banco e nenhum para internar (até pude voltar pelas 5h para ver o meu velho, felizmente na altura a descansar com um ECG lindo e (já) não isoeléctrico).

    Saída de mim e no meu dedo: 8h26 (passar o banco à equipa seguinte demora mais do que queremos).

    Se calhar, não sei mas diz-me tu, não trabalhei continuamente durante 24h pois não?

    Trabalhei por turnos rotativos

    Acresce que, por azar do alinhamento alastral, às 9h estava no serviço (que fica noutro local/unidade) a apresentar um trabalho na sessão clínica semanal.

    9h45, depois de alguns elogios e críticas na discussão, pude ir para casa porque o meu chefe até é um tipo porreiro.

    10h15 estava a estacionar o carro. Entrei em casa, dei uma festa no meu cão e ele olhou para mim a pedir passeio. E eu olhei para ele a pedir cama. E ele virou-me o pêlo e foi-se enroscar a apanhar o sol da manhã junto à varanda. Felizmente pude comer o pequeno-almoço que a minha namorada tinha deixado preparado antes de ir trabalhar. Já não a via há 26h e só a veria por dali a mais 8 ou mais horas.

    10h30 um torpedo (eu) caía na cama.

    Só me lembro de acordar já eram quase 19h e o dia estava a terminar.
    Não obstante o que descreveste, ainda assim és, para alguns que aqui escrevem, um calaceiro chupista que só sabes é mamar os "nossos" impostos e, nas palavras célebres de um outro, só devias receber de vencimento aquilo que o Estado te pudesse pagar, ou seja, nos tempos que correm já deverias ter sofrido ainda mais cortes salariais...

  28. #298
    ABS
    ABS está offline
    Piloto de Testes ABS's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2007
    Posts
    2,952

    Por Defeito

    Os Inspectores da PJ fazem piquetes de 24h (das 08h30 ás 08h30).

  29. #299
    Piloto de Troféu XlPower's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2004
    Localização
    Num carro trihibrido, gasolina, eléctrico e GPL.
    Posts
    7,565

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ebay Ver Post
    Não obstante o que descreveste, ainda assim és, para alguns que aqui escrevem, um calaceiro chupista que só sabes é mamar os "nossos" impostos e, nas palavras célebres de um outro, só devias receber de vencimento aquilo que o Estado te pudesse pagar, ou seja, nos tempos que correm já deverias ter sofrido ainda mais cortes salariais...
    E tens dúvidas que há médicos calaceiros chupistas? Pode até este user ser um excelente profissional, mas há-os de todo o tipo. E sim, já devia ter sofrido mais cortes para bem das finanças públicas. Só não sofreu mais cortes porque o TC não deixou.

    E eu também posso contar montes de histórias cheias de "heroismo" da função privada (até porque estes mesmos médicos também praticam no sector privado), como posso contar histórias degradantes, algumas relativas também a médicos, juizes, etc, tudo profissões bem pagas do sector público. E vou contar uma que me foi contada pela minha dentista. Pois ela contou-me que há médicos nos hospitais a arranjar as mais variadas desculpas para adiar cirurgias, inclusive com os doentes já preparados para as operações, que é para depois poderem fazer horas extraordinárias e serem principescamente pagos por cada cirurgia. E nesses dias em que fazem horas extraordinárias, como são pagos por cirurgia, fazem muito mais cirurgias nesses dias que nos dias em que já são pagos para o que deveriam fazer e não fazem. E digam-me uma coisa, isto era possível num hospital privado? Até poderia acontecer, mas seria mil vezes mais dificil de acontecer.

  30. #300
    Piloto de Kart Aenf2's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2013
    Posts
    365

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por XlPower Ver Post
    E tens dúvidas que há médicos calaceiros chupistas? Pode até este user ser um excelente profissional, mas há-os de todo o tipo. E sim, já devia ter sofrido mais cortes para bem das finanças públicas. Só não sofreu mais cortes porque o TC não deixou.

    E eu também posso contar montes de histórias cheias de "heroismo" da função privada (até porque estes mesmos médicos também praticam no sector privado), como posso contar histórias degradantes, algumas relativas também a médicos, juizes, etc, tudo profissões bem pagas do sector público. E vou contar uma que me foi contada pela minha dentista. Pois ela contou-me que há médicos nos hospitais a arranjar as mais variadas desculpas para adiar cirurgias, inclusive com os doentes já preparados para as operações, que é para depois poderem fazer horas extraordinárias e serem principescamente pagos por cada cirurgia. E nesses dias em que fazem horas extraordinárias, como são pagos por cirurgia, fazem muito mais cirurgias nesses dias que nos dias em que já são pagos para o que deveriam fazer e não fazem. E digam-me uma coisa, isto era possível num hospital privado? Até poderia acontecer, mas seria mil vezes mais dificil de acontecer.
    Essas cirurgias são os SIGIC
    Sansoni7 gosta disto.

Página 10 de 12 PrimeiraPrimeira ... 91011 ... ÚltimaÚltima

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.