Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017
 Rede MPL:
Página 1 de 4 12 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 1 para 30 de 105

Título: Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017

  1. #1
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017

    Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017

    Publicado a 2018-01-04
    por AutoMonitor



    Mais de 500 pessoas morreram no ano passado nas estradas portuguesas, segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), que indicam também um aumento dos acidentes rodoviários e dos feridos graves em relação a 2016.

    De acordo com os números disponibilizados no 'site' da ANSR, que contabilizam a última semana de 2017 e têm dados acumulados de todo o ano, morreram nas estradas portuguesas 509 pessoas, mais 64 do que em 2016 (12,5%).
    Foram registados 130.157 acidentes nas estradas (127.210 em 2016) e 2.181 feridos graves (2.102).


    Os dados da ANSR, que se referem a Portugal continental e são ainda provisórios, indicam que dos acidentes resultaram no ano passado 41.591 feridos ligeiros, contra os 39.121 registados no ano anterior.
    Só na última semana do ano (entre 22 e 31 de dezembro) foram registados pelas autoridades 15 vítimas mortais e 56 feridos graves.
    Os dados acumulados do ano indicam que o distrito com mais acidentes registados foi o de Lisboa (26.698), seguido do Porto (23.606), Braga (10.980), Faro (10.752), Aveiro (10.416) e Setúbal (10.147).
    O Porto lidera em número de vítimas mortais, com 68 registadas em 2017, seguido dos distritos de Setúbal (56), Lisboa (51), Aveiro (44) e Santarém (43).
    Já o distrito com mais feridos graves registados em 2017 nas estradas portuguesas foi Lisboa (311), seguido de Faro (192), Setúbal (189), Santarém (186) e Porto (170).
    Segundo anunciou em dezembro o ministro da Administração Interna, o Governo quer já no início deste ano definir objetivos para reduzir a sinistralidade rodoviária e refletir sobre qual a intervenção necessária nos atropelamentos, álcool e acidentes com motociclos, os três principais fatores de risco.
    Para o ministro, Portugal tem números "absolutamente inaceitáveis de atropelamentos nas áreas urbanas", sendo necessário "identificar as causas e circunstâncias e agir sobre elas".



  2. #2
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Só na última semana do ano (entre 22 e 31 de dezembro) foram registados pelas autoridades 15 vítimas mortais e 56 feridos graves.

  3. #3
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Apr 2015
    Posts
    396

    Por Defeito

    Pra quando penas duras para quem insiste em mexer no telemóvel ao conduzir?

    E a tolerância zero no álcool?

  4. #4
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Basta instalar radares moveis e cobrar 20 euros se passar a 51. E instalar varias zonas de 30 e 40.

    Depois patrulhar todos os estacionamentos indevidos. Todas as ruas diariamente.

    Alem de baixar o desemrego (mais fiscais) gera receita.

  5. #5
    Piloto de Troféu Z00L's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2004
    Localização
    La meccanica delle emozioni
    Posts
    5,814

    Por Defeito

    E quanto aumentou a receita da "Prevenção Rodoviária", vulgo radares escondidos com moina atrás do chaparro?

    Tenha curiosidade em saber.

  6. #6
    Piloto Veterano TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Posts
    20,967

    Por Defeito

    Expectável..."acabou a crise"...dinheiro no bolso... mais trânsito...mais vendas de veículos...mais acidentes. É algo cíclico.
    Basta ver que o tópico dos combustíveis deixou de ter discussão mesmo ao preço que estão os combustíveis e com mais os aumentos do início de ano.

  7. #7
    Piloto de Troféu ppais's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    Lisboa, Portugal.
    Posts
    6,934

    Por Defeito

    É isso. Sendo naturalmente muito importante o número absoluto de acidentes e vítimas, seria também importante conhecer uma estatística em função da utilização das estradas... por exemplo mortos por PK (passageiro.kilómetro). Mas esse dado é muito difícil de obter para o transporte rodoviário logo não é usado.

  8. #8
    Piloto de Testes ImHoTep's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    1,814

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    Basta instalar radares moveis e cobrar 20 euros se passar a 51. E instalar varias zonas de 30 e 40.

    Depois patrulhar todos os estacionamentos indevidos. Todas as ruas diariamente.

    Alem de baixar o desemrego (mais fiscais) gera receita.
    O problema dos radares não esta na quantidade, em serem moveis ou fixos, etc. o grande problema esta onde são colocados, nunca os vejo colocados em sítios com acidentes frequentes, mas com frequência em sítios em que a estrada tem boas condições, quando interessar utilizar os radares para diminuir a sinistralidade e não encher os cofre, ai acredito que sim que os radares ajudem.

  9. #9
    Piloto de Kart pontopt's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2005
    Localização
    Portugal
    Posts
    394

    Por Defeito

    O presidente da ANSR (julgo) falou na TSF e referiu que o aumento verificou-se nos motociclos. Ao nível das outras viaturas estabilizou. Provavelmente há mais motociclos a circular, daí estes números.

  10. #10
    Piloto de Provas de Perícia bigturbo's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2017
    Posts
    563

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ImHoTep Ver Post
    O problema dos radares não esta na quantidade, em serem moveis ou fixos, etc. o grande problema esta onde são colocados, nunca os vejo colocados em sítios com acidentes frequentes, mas com frequência em sítios em que a estrada tem boas condições, quando interessar utilizar os radares para diminuir a sinistralidade e não encher os cofre, ai acredito que sim que os radares ajudem.
    agora é que tu disseste tudo, basicamente é esse um grande facto...

  11. #11
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Feb 2017
    Posts
    3,540

    Por Defeito

    A sinistralidade só diminui quando se fizer prevenção, de que adianta apanhar alguém a 200kmh com uma máquina escondida se 10m à frente ele se despistar de matar 5 pessoas?

  12. #12
    Piloto de Testes sgtscales's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2015
    Posts
    2,864

    Por Defeito

    E deixa-me adivinhar, na Suisse não há acidentes? Porque lá andam com a trela curtinha com medo às multas?

  13. #13
    Piloto de Provas de Perícia bigturbo's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2017
    Posts
    563

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sgtscales Ver Post
    E deixa-me adivinhar, na Suisse não há acidentes? Porque lá andam com a trela curtinha com medo às multas?
    lá tem um radar de metro em metro ao longo das estradas....

  14. #14
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ImHoTep Ver Post
    O problema dos radares não esta na quantidade, em serem moveis ou fixos, etc. o grande problema esta onde são colocados, nunca os vejo colocados em sítios com acidentes frequentes, mas com frequência em sítios em que a estrada tem boas condições, quando interessar utilizar os radares para diminuir a sinistralidade e não encher os cofre, ai acredito que sim que os radares ajudem.
    Eu tambem nao desejo a ninguem o controlo absurdo de Zurique mas imagina todas as rectas terem radares e todos os semaforos quando esta a luz vermelha acesa.

    Forcosamente tens de alterar a forma de conduzir. Eu estou a focar-me apenas na parte de atropelamentos em cidade.

    Em AE onde e 120 nao ha radares (aqui na Zona de Zurique) mas sempre que baixa para 100 ou 120 (quando ha saidas ou entradas na Via ou tuneis). Sempre significa imensos.

    Agora o que vejo no Porto (nao sei Lisboa etc) e que nas cidades acima dos 50 e regra (nem existe zona de 30 para avaliar nem os carros andam a 30). Mas depois em AE quer a subir etc ver um carro a 140 e raro.

    Ou seja nao me parece que o excesso de velocidade seja geral mas porque e banal ou aceitavel ou impune passar amarelos/vermelhos, passar a 60 em zonas de escolas, hospitais etc.

    Eu nao consigo demonstrar com palavras mas o efeito de todos os semaforos terem radar e avenidas radar de 50. Estamos a falar de 51 ser punido com 40 francos e 60 a volta de 120 ou seja se andar em 60 fosse punido com 30 euros o comportamento mudava.

    Agora eu nunca vi radares mas isto nao e so em Portugal. Em ITalia podes fazer da fronteira a Genova (200 ou 300 kms) a 160/180 que nada se passa. Mas eu em AE acho que nao problema (pessoalmente). Mas em cidade vejo nitidamente o que acontece quando ha radares em todas as ruas de Zurique e as multas sao mesmo pesadas. Nao querias ser apanhado a 66 numa zona de 50.

  15. #15
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sgtscales Ver Post
    E deixa-me adivinhar, na Suisse não há acidentes? Porque lá andam com a trela curtinha com medo às multas?
    Em Zurique os peoes estao primeiro. Ou seja abrandar nas passadeiras e quando se vira de direccao e normal. Eu nao tenho medo nenhum das multas. Sei que funciona melhor. Se tu andares sempre a menos de 50 (ja o demonstrei imensas vezes no Porto) chegas ao destino ao mesmo tempo (com o parar nas passadeiras, semaforos vermelhos etc).

    Agora podemos e falar na atitude nas passadeiras no Porto. Eu nunca vi um carro a abrandar. Eu vejo e os peoes a espera ate a rua estar limpa.

    Isto muda com a fiscalizacao. Todos os recentes emigrantes (nao interessa de onde vem) tambem querem dar gazadas nos seus rally car. Quando as multas comecam a chegar desistem.

    Eu em Portugal nunca tive 1 multa de velocidade e fazia Coimbra Porto todas as semanas bem acima dos 120.

    Aqui na cidade em 6 anos ja recebi 8 ou 9. Isso altera o comportamento. Mas mais do que isso. Nao se perde nada em andar abaixo dos 50 ou abrandar em qualquer passadeira.
    Última edição por Superfast : 05-01-18 às 12:14:02

  16. #16
    Piloto de Testes sgtscales's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2015
    Posts
    2,864

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    Em Zurique os peoes estao primeiro. Ou seja abrandar nas passadeiras e quando se vira de direccao e normal. Eu nao tenho medo nenhum das multas. Sei que funciona melhor. Se tu andares sempre a menos de 50 (ja o demonstrei imensas vezes no Porto) chegas ao destino ao mesmo tempo (com o parar nas passadeiras, semaforos vermelhos etc).

    Agora podemos e falar na atitude nas passadeiras no Porto. Eu nunca vi um carro a abrandar. Eu vejo e os peoes a espera ate a rua estar limpa.
    No Porto que eu vejo - e que existe mesmo na vida real e não na cabeça do Superfast - os carros na rua param na passadeira para deixar passar os peões, não é 100% das vezes mas é muito regularmente. Se bem que no Cerco é capaz de ser um bocadinho diferente

  17. #17
    Chefe de Equipa
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    charneira anti-lápis vermelho
    Posts
    27,757

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TerranoII Ver Post
    Expectável..."acabou a crise"...dinheiro no bolso... mais trânsito...mais vendas de veículos...mais acidentes. É algo cíclico.
    Basta ver que o tópico dos combustíveis deixou de ter discussão mesmo ao preço que estão os combustíveis e com mais os aumentos do início de ano.
    Isso é porque não há mais austeridade apesar dos impostos aumentarem todos

  18. #18
    Piloto de Kart zezoca's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2017
    Posts
    403

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sgtscales Ver Post
    E deixa-me adivinhar, na Suisse não há acidentes? Porque lá andam com a trela curtinha com medo às multas?
    para a área do território e numero de habitantes até têm bastantes tendo em conta que é gente mais civilizada, controlo mais apertado e viaturas mais capazes

  19. #19
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sgtscales Ver Post
    No Porto que eu vejo - e que existe mesmo na vida real e não na cabeça do Superfast - os carros na rua param na passadeira para deixar passar os peões, não é 100% das vezes mas é muito regularmente. Se bem que no Cerco é capaz de ser um bocadinho diferente
    Nao me parece. Ja que a noticia diz que os :"a e refletir sobre qual a intervenção necessária nos atropelamentos" sao a prioridade.

    Tu vives em Portugal, se calhar a forma como conduzem e normal para ti. Eu quando vivia ai nao via mal nenhum. Depois de conhecer cidades em que um peao se sente seguro a atravessar ruas, e Zurique nao tem a populacao do Porto mas quase a de Lisboa, tenho 1 percepcao diferente.

    Outro exemplos, e carros a sair do estacionamento ou a entrar ou entao carros parados em ruas perpendiculares sem prioridade. Ninguem da cedencia para melhorar a fluencia do transito. E tudo a apertar: tenho prioridade ele que espere. E 1 bocado confuso e da azo a acidentes. Eu na semana que estive ai presenciei (ou presenciamos) 5 acidentes por pura estupidez. Acidentes ha em todo o lado mas por pura estupidez da para evitar. O problema e como no forum. E que as pessoas nao querem melhorar. E como o sgtscales. "Nos outros lados nao ha acidentes? Aconteceu Aconteceu". Essa cultura de estupidez so com fiscalizacao forte.

  20. #20
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por bigturbo Ver Post
    lá tem um radar de metro em metro ao longo das estradas....
    Zurique sim, Schwyz tambem tem muitos mas por exemplo Ticino nunca vi nenhum. E Ticino e o cantao do Sol e maquinas italianas.

    Perto da Alemanha (Ainda na Suica) tambem nao ha radares. Zurique e que e 1 obcessao por controlo mas resulta bem. E possivel literalmente fazer um barbecue numa passadeira.

    Claro que na cultura portuguesa ter 1 estrada com limite de 30 de cerca de 1 km as 2 da manha seria ridiculo. Entao vai levar a menina a casa e tem de ir a 30......

  21. #21
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Mas eu acredito que e mais a fiscalizacao do que os radares. Qual o problema de ser apanhado a 70 num radar de 50?

  22. #22
    Piloto de Testes sgtscales's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2015
    Posts
    2,864

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    Nao me parece. Ja que a noticia diz que os :"a e refletir sobre qual a intervenção necessária nos atropelamentos" sao a prioridade.

    Tu vives em Portugal, se calhar a forma como conduzem e normal para ti. Eu quando vivia ai nao via mal nenhum. Depois de conhecer cidades em que um peao se sente seguro a atravessar ruas, e Zurique nao tem a populacao do Porto mas quase a de Lisboa, tenho 1 percepcao diferente.

    Outro exemplos, e carros a sair do estacionamento ou a entrar ou entao carros parados em ruas perpendiculares sem prioridade. Ninguem da cedencia para melhorar a fluencia do transito. E tudo a apertar: tenho prioridade ele que espere. E 1 bocado confuso e da azo a acidentes. Eu na semana que estive ai presenciei (ou presenciamos) 5 acidentes por pura estupidez. Acidentes ha em todo o lado mas por pura estupidez da para evitar. O problema e como no forum. E que as pessoas nao querem melhorar. E como o sgtscales. "Nos outros lados nao ha acidentes? Aconteceu Aconteceu". Essa cultura de estupidez so com fiscalizacao forte.
    Há muita coisa a corrigir no comportamento do condutor português em geral (p. ex. falta sistemática de piscas, conduzir na faixa do meio) mas ainda existe bastante respeito nas pessoas - pelo menos cá no Norte. O que dizes não é verdade ponto.

    No segundo parágrafo tens razão ao dizer que ninguém dá passagem. Mas não presenciaste 5 acidentes, não inventes. Fiscalização não resolve nada, a prevenção sim. Se gostas de andar com rédea curta como aí fazem óptimo para ti, mas aqui nunca vai funcionar assim. É preciso prevenir e sensibilizar, e autuar quando for necessário.

  23. #23
    Piloto de Troféu ice's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Localização
    Portugal
    Posts
    8,224

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pontopt Ver Post
    O presidente da ANSR (julgo) falou na TSF e referiu que o aumento verificou-se nos motociclos. Ao nível das outras viaturas estabilizou. Provavelmente há mais motociclos a circular, daí estes números.
    Isso foi mentira. Já há tópicos sobre este assunto onde diz que consultando os dados da ANSR se vê que os números não correspondem ao que foi dito pelo tal senhor na entrevista...


    Cump.

  24. #24
    Piloto de Testes PauloOliveira's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2003
    Localização
    Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto
    Posts
    3,566

    Por Defeito

    Medidas a tomar:
    - Por cada acidente com vitima mortal, a policia investigar (correctamente) as razoes e gerar um relatório (escoamento de aguas, animais na estrada, pneumáticos, declive da estrada, ...). A culpa nao pode ser ser a mesma... "a velocidade nao adequada para as condições da via"!!.
    Com base nesse relatório agir criminalmente sobre o culpado ou... agir com medidas preventivas efectivas se a culpa esta na estrada.
    (quantas seriam salvas no IP3, 109, estrada D.Miguel em Gondomar,...)

    - Introduzir limites de 30kms/h em zonas urbanas (como na europa civilizada) e controlar com radares estáticos (bem identificados).
    Faltam milhares de radares fixos (assinalados e visíveis) nas nossas estradas/pontos negros.

    - perseguir comportamentos anti-sociais (pressionar com sinais de luzes na AE, encostar na traseira (tailgating), falar ao telemóvel, ...)
    A policia nao precisa de maquinas a perseguir aceleras na AE... metam-se a 130/140 na AE num focus e multem comportamentos e nao a velocidade.

    - Campanhas de prevenção rodoviária na TV (actualmente deveria ser focada nos motociclos e nos cuidados a ter).

    - Ensino civico nas escolas secundarias

    - Exames medicos como deve ser e nao apenas um processo para o medico sacar 50euros para passar o atestado (onde nem ve o doente).

    Enfim...
    Quando gente com responsabilidade que devia fazer isto decide antes mudar a lei de como circular em rotundas para aquela estupidez, tenho pouca esperança.

  25. #25
    Suspenso
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    17,192

    Por Defeito

    Nao so em Portugal mas como todos os Paises similares (Italia, Romenia, etc) onde ja conduzi nao existe este espirito.

    Basta ver o diario de bordo e pessoal que sonha com 300 cavalos e meter escapes JCW, Akrapovic etc.

    Estas a imaginar investir 50 000 aerios (euros) num carro e depois andar sempre a 30? E algumas vezes 50? Eu nao estou a imaginar o pessoal a conseguir manter 40 na av da boavista, estrada dao miguel, av rodrigues freitas em Ermesinde/Areosa.


    Eu gostaria de ver os limites de 30 e multas tipo 500 euros se passasses a 40. E bonito ver isso implementado por aqui mas existe a cultura da seguranca primeiro e show off depois. Se limitasse fortemente a 50 muita gente iria terminar na prisao.

    O problema e que a policia precisa de ver que uma transgressao pode resultar em morte.

    Ainda no Natal vi na Sic noticias um programa que 1 senhora foi a tribunal 16 vezes por nao ter carta. Ao fim de 16 vezes foi presa.

    Enquanto nao houver 1 cultura global de que transgredir a lei e errado. Nada com pontos negros. Andar a mais de 50 e proibido e pronto.

    Qual a consequencia? Fluidez do transito, a maioria dos imprevistos evitaveis.

    Mas mais do que isso e o estacionamento indevido. Estacionar perto de 1 passagem de peoes, estacionar em 2 fila etc e 1 quebra de seguranca. E nao e preciso policia, cada um de nos deve ser livre de repreender.

    Isto e a grande diferenca que vejo. Um tipo estaciona mal e vem toda a gente informar que nao e legal. Em Portugal, e so desculpas: 2 minutos, nao faz mal! So tinha lugar ali ao fundo etc.

    Esta diferenca nao se combate com radares.
    Última edição por Superfast : 05-01-18 às 14:22:42

  26. #26
    Piloto de Testes sgtscales's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2015
    Posts
    2,864

    Por Defeito

    Por isso é que compraste um GLA a gasolina. Se o carro for lento, não há como transgredir as regras de trânsito!

  27. #27
    Piloto de Testes PauloOliveira's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2003
    Localização
    Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto
    Posts
    3,566

    Por Defeito

    Esta diferença começa-se a combater com educação... mas isso demora pelo menos duas gerações.

    Se a repressão muda alguma coisa amanha... então que assim seja.
    Se tivermos todos os futuros carros da policia montados com um sistema a ler matriculas automaticamente e a validar:
    - Seguro
    - Imposto
    - Inspecção
    Que assim seja... e imagino que não seja assim tao caro considerando o beneficio para todos.

  28. #28
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Feb 2011
    Localização
    A norte do sul e a sul do norte
    Posts
    1,723

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por sgtscales Ver Post
    Por isso é que compraste um GLA a gasolina. Se o carro for lento, não há como transgredir as regras de trânsito!
    Assim, de repente, não me lembro de nenhum carro que não dê para infringir as regras de trânsito.

  29. #29
    Piloto de Testes ImHoTep's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    1,814

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    Eu tambem nao desejo a ninguem o controlo absurdo de Zurique mas imagina todas as rectas terem radares e todos os semaforos quando esta a luz vermelha acesa.

    Forcosamente tens de alterar a forma de conduzir. Eu estou a focar-me apenas na parte de atropelamentos em cidade.

    Em AE onde e 120 nao ha radares (aqui na Zona de Zurique) mas sempre que baixa para 100 ou 120 (quando ha saidas ou entradas na Via ou tuneis). Sempre significa imensos.

    Agora o que vejo no Porto (nao sei Lisboa etc) e que nas cidades acima dos 50 e regra (nem existe zona de 30 para avaliar nem os carros andam a 30). Mas depois em AE quer a subir etc ver um carro a 140 e raro.

    Ou seja nao me parece que o excesso de velocidade seja geral mas porque e banal ou aceitavel ou impune passar amarelos/vermelhos, passar a 60 em zonas de escolas, hospitais etc.

    Eu nao consigo demonstrar com palavras mas o efeito de todos os semaforos terem radar e avenidas radar de 50. Estamos a falar de 51 ser punido com 40 francos e 60 a volta de 120 ou seja se andar em 60 fosse punido com 30 euros o comportamento mudava.

    Agora eu nunca vi radares mas isto nao e so em Portugal. Em ITalia podes fazer da fronteira a Genova (200 ou 300 kms) a 160/180 que nada se passa. Mas eu em AE acho que nao problema (pessoalmente). Mas em cidade vejo nitidamente o que acontece quando ha radares em todas as ruas de Zurique e as multas sao mesmo pesadas. Nao querias ser apanhado a 66 numa zona de 50.
    Basicamente fazem prevenção, tu não vez radares em zonas de cidade em que raramente se passa dos 50kmh, em Leiria por exemplo tens uma circular com duas faixas de rodagem, separador central, etc em que é bastante seguro ir a 80kmh, onde metem radar, lembro-me quando la estudava numa semana o radar esteve la todos os dias, curiosamente sempre do lado onde se descia, não onde subia, mas a poucos metros, entre a rotunda D. Dinis e a Camara Municipal, onde existem escolas, e o pessoal facilmente passa dos 50km nunca os vi lá.

    A fiscalização em Portugal baseia-se em caça as multas, em montar um radar e toca a mamar, eu sou a favor de radares, controle de semáforos, etc. depois de fazerem isto íamos ter índices de sinistralidade bem menores e ai sim já podiam gastar recursos na caça as multas.

  30. #30
    Piloto de Troféu Scutar's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2011
    Posts
    6,830

    Por Defeito

    Pelo que vejo na estrada todos os dias os números até não são muito maus. Existe pessoal que anda na estrada mas não tem bem a noção o que anda a fazer, o que é a dinamica do transito, regras de segurança etc etc...

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.